Senado aprova indicação de novo diretor da CVM

Agência Brasil

BRASÍLIA - A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou nesta terça-feira, por unanimidade, a indicação de Eli Loria para o cargo de diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão vinculado ao Ministério da Fazenda, com sede no Rio de Janeiro.

Funcionário de carreira da própria CVM há 28 anos, Eli Loria vai exercer mandato de quatro anos na diretoria, depois de vasta experiência na condução de processos administrativos e operacionais, além de elaboração de normas. Ele foi também superintendente da CVM em São Paulo, com atuação na Comissão de Ética, Conselho de Seguros Privados, Previdência Complementar e Câmara de Recursos.

Formado em Direito e em Administração Pública, com mestrado em Administração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Eli Loria fez rápida explanação na CAE sobre o "balanceamento do dever de sigilo com o dever de informar", e disse que "todos os investidores devem ter acesso às informações de forma homogênea, com sinergia, e do modo mais transparente possível".

Depois da fala de Loria, os senadores referendaram sua indicação, e o presidente da CAE, senador Aloizio Mercadante (PT-SP), destacou que a formação acadêmica e as funções exercidas contribuíam para valorização da carreira do novo diretor da CVM. Os senadores ressaltaram ainda a trajetória pessoal de Loria, que, segundo eles, "bem revela seu nível de qualificação profissional".