ECONOMIA

Especialistas estimam superávit comercial em US$ 100 bi

US$ 95 bi foram registrados até 25/12/2023

Por ECONOMIA JB
[email protected]

Publicado em 04/01/2024 às 09:52

Alterado em 04/01/2024 às 09:52

Ministro da Fazenda, Fernando Haddad Valter Campanato/Agência Brasil

O superávit da balança comercial brasileira, impulsionado pelo avanço das commodities, pode atingir cerca de US$ 100 bilhões em 2023, uma cifra recorde, de acordo com projeções de especialistas.

A economista Paula Magalhães, da AC Pastore, tem uma "visão muito positiva das exportações" em 2023 e estima o superávit nessa cifra.

Segundo um relatório da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), o superávit deve chegar a US$ 96,19 bilhões em 2023, com os 15 principais produtos exportados sendo commodities.

Soja, petróleo, minério de ferro, açúcar e milho representaram 46% das exportações do país no ano passado.

A soja, sendo o principal produto em vendas ao exterior, registrou um crescimento de 27% em relação a 2022.

O Ministério da Indústria e Desenvolvimento informou que até 25 de dezembro o superávit foi de US$ 95,96 bilhões, ultrapassando o recorde anterior registrado em 2022, com US$ 61,5 bilhões.

"Tivemos um ano excepcional na balança comercial em 2023, marcado internamente por um desempenho agropecuário muito positivo que ajudou a compensar a queda nos preços", afirmou Silvio Campos Neto, da Tendências Consultoria.

Campos Neto disse ao jornal Valor Econômico que o superávit de 2023 deve ser de US$ 95 bilhões, e em 2024 será de US$75 bilhões. (com Ansa)

Tags: