TIM, Claro e Vivo arrematam principal faixa do leilão do 5G

Sessão da Anatel deve durar até essa sexta-feira (5)

Reprodução
Credit...Reprodução

As empresas TIM, Claro e Vivo arremataram nesta quinta-feira (4) os três lotes na faixa de 3,5 GHz do leilão do 5G realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Essa faixa é nacional e é considerada a mais importante da sessão, com uma capacidade de transmissão muito alta. É a frequência mais usada no mundo para a tecnologia e serve tanto para o usuário final como para as indústrias.

O lote B1 foi arrematado pela Claro por R$ 338 milhões, um ágio de 5,18%; o B2 teve a Vivo como vencedora por R$ 420 milhões, um ágio de 30,69%; o B3 foi arrematado pela TIM pelo valor de R$ 351milhões, um ágio de 9,22%; já o lote B4 não teve interessados.

A sessão desta quinta-feira começou com a vitória da Winity II Telecom Ltda, que é ligada ao grupo Fundo Pátria, na faixa dos 700 MHz. Com isso, o Brasil terá mais uma operadora autorizada a operar em território nacional. Ainda serão leiloadas as faixas de 3,5 GHz e de 26 GHz O leilão, por conta da grande quantidade de ofertas, deve continuar até a sexta-feira (5). Todas as faixas leiloadas, sejam no âmbito nacional ou no regional, terão prazo de outorga por 20 anos.

A Anatel espera movimentar quase R$ 50 bilhões, sendo que cerca de R$ 3 bilhões serão de pagamentos de outorgas e o restante em investimentos.

A agência estima que o 5G seja ofertado nas grandes capitais até julho do ano que vem e, para as demais cidades, até 2029.(com agência Ansa)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais