400 filhas pensionistas de militares são sócias de empresas milionárias, mostram registros

Em média, cada uma das beneficiárias tem recebido R$ 9.052,06/mês do governo

AP Photo / Eraldo Peres
Credit...AP Photo / Eraldo Peres

Filhas solteiras de militares e recebendo pensão do governo brasileiro, ao menos 400 mulheres também são sócias de empresas cujo capital é maior de R$ 1 milhão, de acordo com (M)Dados.

Em média, cada uma das beneficiárias tem recebido R$ 9.052,06 do governo, num total pago pela União de R$ 3,62 milhões. As informações são de fevereiro, último mês em que os dados estavam disponíveis no Portal da Transparência.

Mantida essa média, em um ano, R$ 43 milhões seriam desembolsados pelo governo apenas para esse grupo. Em 2020, foram destinados R$ 19,3 bilhões para todos os grupos de dependentes de militares.

Os critérios para pagamento de pensão no Brasil no caso de filhas de militares são de que, sendo solteiras ou viúvas, elas não teriam condição de se manter sozinhas sem a renda disponibilizada pelo governo.

Um dos casos de filhas de militares dentre o grupo de milionárias é o de Janette Braga Sampaio de Queiroz, que é viúva e filha de militar. Só das pensões, recebeu R$ 36.198,18 brutos.

Janette aparece como sócia na Laq Participações LTDA, empresa baseada no bairro do Leblon, na cidade do Rio de Janeiro, que consta com capital social de R$ 2,8 bilhões. Além dessa empresa, ela é sócia de outras 11 com capital social menor. (Com Diário do Centro do Mundo e Metrópoles)