Mais uma baixa na Economia: presidente do Banco do Brasil renuncia ao cargo

.

Foto: Divulgação
Credit...Foto: Divulgação

O presidente do Banco do Brasil, André Brandão, anunciou que decidiu deixar o comando da instituição nesta quinta-feira (18).

A informação foi publicada através de um Fato Relevante assinado pelo vice-presidente de Gestão Financeira e Relações com Investidores do Banco do Brasil, Carlos José da Costa André.

"O Banco do Brasil (BB) comunica que o Sr. André Guilherme Brandão entregou, nesta data, ao Exmo. Sr. Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, ao Exmo. Ministro da Economia, Paulo Roberto Nunes Guedes, e ao Ilmo. Presidente do Conselho de Administração do Banco do Brasil, Hélio Lima Magalhães pedido de renúncia ao cargo de presidente do BB, com efeitos a partir de 01 de abril de 2021", escreveu.
André Brandão foi indicado pelo Ministério da Economia para ocupar a presidência do Banco do Brasil em agosto de 2020.

Se a renúncia for acatada pelo presidente Jair Bolsonaro, a indicação do novo presidente do banco seguirá as normas previstas no estatuto da instituição.

Antes de assumir a presidência do Banco do Brasil, André Brandão trabalhou no HSBC por 18 anos, onde chegou ao posto de chefe global da instituição para as Américas. O executivo também já atuou no Citibank.