Jornal do Brasil

Economia

Vietnamitas prestam última homenagem ao falecido presidente Quang

Jornal do Brasil

Centenas de pessoas prestaram uma última homenagem nesta quarta-feira ao presidente Tran Dai Quang, falecido na sexta-feira passada aos 61 anos, após uma longa doença.

Centenas de policiais, militares e monges passaram diante do caixão, coberto com a bandeira nacional, alguns com incenso e outros com flores. O público não foi convidado à cerimônia, que aconteceu na capital vietnamita.

Tran Dai Quang será sepultado na quinta-feira.

A morte de Tran Dai Quang, uma figura importante dos conservadores do país dentro do regime comunista e da repressão aos dissidentes, não desestabiliza o governo, já que o líder do regime é o secretário-geral do Partido Comunista, Nguyen Phu Trong.

O presidente vietnamita estava gravemente doente há vários meses, mas prosseguia com as funções oficiais, apesar do evidente cansaço e perda de peso.

O Vietnã recebeu mensagens de condolências de vários países, incluindo de Cuba - aliado político e econômico - e do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O presidente falecido era a face do regime no cenário internacional. Na reunião de cúpula da Apec, que o Vietnã organizou em novembro do ano passado, ele assumiu o papel de anfitrião do presidente Trump e do líder chinês Xi Jinping, entre outros.

O ex-ministro da Segurança Pública, uma pasta vital para o regime autoritário, teve o mandato marcado por sua política de repressão às vozes críticas em um país onde dezenas de políticos, jornalistas e blogueiros estão presos.



Recomendadas para você