Max Viana lança seu terceiro CD: 'Um quadro de nós dois'

Amor. Este é o tema em torno do qual Max Viana idealizou seu terceiro CD - Um quadro de nós dois, que acaba de ser lançado pela Biscoito Fino. Para o músico, amor é um tema recorrente, que flui com naturalidade e com o qual todo mundo se identifica. Um repertório com onze canções, repleto de parcerias e a participação especialíssima de Alcione no dueto É hora de fazer verão. Apenas uma das faixas não é de autoria de Max - O melhor agora vai começar, de Guilherme Arantes, selecionada pelo artista pelas recordações que lhe traz, remetendo-o à adolescência, à rodinha de amigos com violão: "É uma música que tem uma aura de felicidade muito intensa".

Filho de Djavan, Max cresceu num ambiente musical privilegiado. Além de poder acompanhar de perto o trabalho do pai,  teve a oportunidade de conviver com outros artistas que freqüentavam sua casa. Lembra que também ouvia os lançamentos em vinil que diferentes gravadoras enviavam como cortesia para sua casa, e compartilhava experiências musicais com seus irmãos, com forte influência das rádios nos anos 80.

>> Leia a crítica de 'Um quadro de nós dois'

Definindo este como um momento de maturidade de sua carreira, que representa um passo adiante na composição, nos arranjos e na interpretação, Max diz que o novo trabalho compõe uma trilogia com seus dois trabalhos anteriores No calçadão (2003) e Com mais cor (2007). A diferença é que, ao contrário dos trabalhos anteriores, quando conciliava várias atividades em paralelo, Um quadro de nós dois terá sua dedicação total. Um trabalho com o qual percorrerá o país em turnê no próximo verão.

Quem não quiser aguardar até lá, poderá conferir um pouco do novo trabalho do Max Viana no seu pocket show no dia 26 de outubro durante a inauguração da Loja da Biscoito Fino na Livraria Saraiva do Leblon.