Vocalista do Iron Maiden diz que não existe diálogo na banda

O vocalista do Iron Maiden, Bruce Dickinson, afirmou em entrevista ao jornal britânico Daily Mail que, ao contrário do que muitos pensam a respeito do relacionamento interno da banda, há 36 anos na estrada, não existe qualquer diálogo entre seus integrantes.

"Nós tentamos manter uma mesma linha. Por sermos ingleses, ainda temos certa reserva em relação a comunicar ideias uns com os outros", disse. "Se chegarmos a nos abraçar um dia, teremos de ser enviados direto para a reabilitação".

Entre gargalhadas, Dickinson admitiu que a falta de relacionamento pessoal chega inclusive a prejudicar a banda musicalmente, pois é impossível a seus integrantes sentarem-se juntos para escrever músicas. "Nós nos viramos cada um por conta própria, colocamos ideias em nossos notebooks e, quando voltamos ao estúdio, jogamos tudo no 'pote derretido'".

O vocalista - que falou sobre o estilo mais progressivo dos últimos discos do Maiden, o que acredita ter agradado os fãs - ainda garantiu conhecer bem os limites musicais do grupo para cada um de seus trabalhos. "Nós não somos o tipo de banda que poderia dizer, 'ei, vamos fazer um álbum com (o rapper) Kanye West', pois isso não iria ser do interesse de nossos fãs".

Atualmente na fase final da turnê de Final Frontier, Dickinson terminou a conversa prometendo: "o Maiden gravará pelo menos mais um álbum".

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais