Paul McCartney muda repertório em segundo show no Rio

Rio - Ninguém esperava nada de muito diferente. Quem viu pela primeira vez o show da Up and Coming Tour de Paul McCartney se emocionou. Quem viu novamente também. Da apresentação de domingo para a de segunda-feira no Engenhão, Paul trocou cinco das 33 músicas que tocou em cada um dos shows. Nada de muito diferente do que mostrou nas outras três apresentações que fez em São Paulo e Porto Alegre. O ex-Beatle mostrou o mesmo entusiasmo e o mesmo vigor, pulando no palco, fazendo brincadeiras com a platéia e falando português. "Mas vou falar mais em inglês", explica Paul logo ao início.

>> Clique aqui e veja: durante passagem de som, Paul chama fã aniversariante ao palco e canta "Parabéns pra você"

>> Reveja, na íntegra, o primeiro show de Paul McCartney no Engenhão

Por cada lugar onde passou, o astro pop se preocupou em aprender alguma expressão local. Se levou os gaúchos ao delírio ao pronunciar "Mas bah, tchê" em Porto Alegre, agitou os cariocas ao chamá-los de "maravilhosos" e até ao misturar as línguas dizendo: "I am speaking português, carioca!". Uma fórmula que agrada e emociona quem admira o dono de uma das carreiras mais bem sucedidas e regulares da história da música.

Não poderia haver mais empatia entre público e Paul. Nesta segunda-feira, o amor pelo ex-Beatle foi demonstrado através de balões e cartazes ao final de Hey Jude. O público também fez McCartney voltar ao refrão de Back in The USSR só no violão para acompanhar a platéia que não parava de cantar.

Assim como nos outros shows, lágrimas escorriam pelos rostos de jovens e velhos em músicas como Long and Winding Road, Something, Here Today, Yesterday e tantas outras que de algum jeito marcaram a vida dos fãs.

Uma das 45 mil pessoas presentes ao Engenhão nesta segunda-feira foi a atriz Giulia Gam. "Não podia ter perdido. É um Beatle vivo, representa o que foram os Beatles. Achei que fosse ser uma coisa de nostalgia, mas foi ao contrário. Foi cheio de energia, vibrante. Como artista, só posso admirar. É difícil manter o entusiasmo depois de tanto tempo e ele está lá com todo esse pique. É incrível", descreveu Giulia após o show.

E quem se deu bem foi uma garota de 19 anos, estudante de comunicação social e entusiasta da campanha "Meat free monday" (Segunda-feira sem carne), apoiada por Paul. Mariana Serman levou um cartaz ao show de São Paulo lembrando a campanha e pedindo um abraço. Ela conta que Paul viu e pediu para ela subir. Mas o segurança não percebeu a autorização e não deixou. Dessa vez, ela trouxe o cartaz novamente e Paul lembrou dela. "Ele viu e fiz sinal. Quando eu virei, ele não viu. Todo mundo mandou eu baixar o cartaz. Então, quando ele estava tocando Let it Be, ele falou para o segurança deixar a gente subir", conta a jovem. Mariana viu Paul tocar Lady Madonna do palco. "O cara pediu, vocês têm que se acalmar que ele não gosta de histeria."

Mariana pouco conteve a emoção. Quando Paul a ergueu em um abraço, ela esperneava e gritava. Paul repetiu o gesto dando outro abraço. Mariana entregou uma carta ao ex-Beatle e uma medalha de Nossa Senhora. "Para mim, mother Mary da música Let it Be lembra a Nossa Senhora", explica. Sem ver o conteúdo, Paul colocou o envelope no bolso de trás e brincou com a platéia: "Esse é o meu salário! Ah, vocês não entenderam".

A jovem só lamenta não ter ganhado um autógrafo. "A emoção era tanta. Pedi uma caneta, mas foi bem na hora que ele me chamou. Então tratei de aproveitar o abraço", disse.

Paul terminou o show no segundo bis com a música The End, emendada em Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band. "No final, o amor que você recebe é igual ao amor que você dá", diz a canção. Os shows de Paul no Brasil foram uma demonstração de carinho mútuo entre o ídolo e seus fãs. Paul McCartney, 68 anos, pode até parecer estar no auge. É que talvez ele nunca tenha saído de lá. "Até logo", disse em português antes de fazer reverência ao público abraçado em sua banda e deixar o palco do Engenhão.

Confira a set list

Magical Mystery Tour 

Jet 

All My Loving 

Coming Up 

Got To Get You Into My Life 

Sing The Changes 

Let Me Roll It 

Long And Winding Road 

1985 

Let'Em In 

I'm Looking Through You 

And I Love Her 

Black Bird 

Here Today 

Dance Tonight 

Mrs. Vandebilt 

Eleanor Rigby 

Something 

Band On The Run 

Obla Di Obla Da 

Back In The USSR 

I Gotta Feeling 

Paperback Writer 

A Day In The Life 

Let It Be 

Live And Let Die 

Hey Jude

Day Tripper 

Lady Madonna 

I Saw Her Standing Here

Yesterday 

Helter Skelter 

Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band