Estilistas de peso encerram SPFW com desfiles elogiados

O último dia da 30ª edição da São Paulo Fashion Week, na quarta-feira (2), encerrou o evento em grande estilo, com apresentações conceituais e elogiadas de grandes estilistas do País. Em seis dias, foram 32 desfiles - a maioria na Bienal, no Parque do Ibirapuera.

Quem abriu os desfiles de quarta foi Gloria Coelho, que tem mais de 20 anos de carreira. O desfile era um dos mais aguardados desta edição. Para a passarela montada no Shopping Iguatemi, Gloria levou a sua interpretação do desenho Pokémon, febre nos anos 90. A inspiração surgiu em casa, com as miniaturas dos personagens colecionadas por seu filho, Pedro Lourenço. Para compor as peças sem ser caricata, a criadora mesclou vestidos volumosos com couro, veludo e joias, mais legging flúor. Nas cores, preto, cinza, vermelho, verde, azul, laranja e bege.

João Pimenta, na sequência, foi responsável pela ousadia do último dia, ao apresentar peças masculinas que remetiam aos hábitos das freiras. Conhecido por trabalhar elementos femininos na moda para homens, Pimenta usou muita lã, casacos, calças, pullovers, tricôs de pontos largos. Apesar da provocação não ser nova, o público masculino na SPFW rejeitou a ideia de usar saias no dia a dia.

Quatro dias após levar para a passarela do desfile feminino a transexual brasileira Lea T., Alexandre Herchcovitch voltou à Bienal para apresentar a coleção masculina. Mantendo um clima mais sombrio como no primeiro desfile, o estilista mostrou homens em um mundo pós-apocalíptico, com rostos cobertos e óculos para se protegerem contra o fogo. Nas peças, fragmentos de tecidos diferentes, em patchwork, blusões laminados, nas cores cinza, preto, laranja e caramelo.

O veterano no evento André Lima mostrou um desfile com trajes luxuosos, em tons sóbrios como o preto e o berinjela. Para mulheres de personalidade marcada, Lima usou túnicas drapeados, saias imensas e laços, criando formas fluídas e lânguidas. Nas cabeças das modelos, acessórios nada básicos como penas e plumas.

Encerrando a maratona fashion, a Cavalera mais uma vez escolheu um local inusitado para o desfile: na Bienal, mas dentro do espelho d'água. Sob chuva artificial, modelos com guarda-chuvas saíram às ruas, fazendo alusão às manifestações e agrupamentos de contracultura. Nas peças de lã, couro e jeans, as cores predominantes foram preto, vermelho, verde e amarelo. Da coleção, diversas peças devem virar hit entre jovens.

O desfile morno de Fernanda Yamamoto foi a exceção do dia. Inspirada no círculo, que representa a repetição, a estilista exagerou nas transparências e distanciou suas peças de looks impactantes e poderosos. Nas modelos, silhuetas soltas e comprimentos alongados em blusas, casacos, saias e vestidos com leve volume.

Famosos no último dia

No encerramento da maratona fashion, muitos famosos fizeram questão de prestigiar seus estilistas preferidos. A atriz Gabriela Duarte assistiu ao desfile de Gloria Coelho e elogiou a criadora: "a criatividade dela é incomparável". A apresentadora Luisa Mell também assistiu à apresentação na primeira fila e se definiu como "impulsiva e consumista". A atriz Patrícia de Sabrit também esteve no Shopping Iguatemi para ver a coleção.

Ícone do brega, o cantor Falcão, vestido com estampas de animais e o clássico girassol no peito, disse ter visto "muita gente exótica" circulando pela Bienal e considerou seu look normal perto do de alguns convidados do evento. As drag queens Tchaka e Silvetty Montilla divertiram quem circulava pela Bienal.

E mais ex-BBBs marcaram presença na SPFW. Eliéser, da 10ª edição, circulou pelos estandes e falou sobre estar solteiro enquanto se lança como DJ. "Não tenho tempo para namorar, mas estou na pista", disse. Já Rafinha, vencedor do BBB 8, aproveitou o assédio de uma fã de 18 anos, pediu seu telefone, a beijou e a convidou para sair. Empolgada, a estudante de rádio e TV disse que o beijaria de novo.

A atriz Giovanna Ewbank também esteve por lá e elogiou o novo visual de seu marido, o ator Bruno Gagliasso, que perdeu 15 kg. Também feliz com a perda de peso, a atriz Fabiana Karla assistiu ao desfile da André Lima. "Eu prezo pela elegância. Sou gordinha e gosto de decote, mas tenho noção", disse. O repórter do CQC Marco Luque acompanhou o desfile da Cavalera e admitiu que já saiu sem cueca, apesar de considerar a peça íntima fundamental. A cantora Pitty também conferiu o desfile da Cavalera e se disse inspirada para adaptar algumas ideias aos seus looks.