Justiça proíbe fotógrafo de chegar perto de família de Nicole Richie

A atriz Nicole Richie conseguiu a aprovação temporária de um pedido feito à Justiça para proibir que um fotógrafo se aproxime dela e de sua família, afirma o site TMZ. Ela alegou que o paparazzo ficou parado em frente à escola de sua filha, Harlow, de um ano e dez meses, na tentativa de fotografá-la.

Na petição, Nicole afirma que o fotógrafo Fabricio Luiz Mariotto cerca sua filha e a assusta. "(Ele) grita, berra e tenta assustar para conseguir uma boa redação para uma foto. Ele viola a propriedade da escola para fotografar uma criança".

Sob a ordem temporária de restrição, Mariotto deve se manter a 100 metros de distância de toda a família, bem como da escola de Harlow.

A atriz anexou ao pedido uma foto feita por ela mesma, que mostra o fotógrafo parado em pé, escondido na sombra do quintal da escola, com os equipamentos de fotografia nas mãos.

"Ele costuma deixar seu carro no meio de uma rua movimentada só para me perseguir e conseguir uma foto", continua Nicole que é também mãe de Sparrow. "Seu comportamento predatório causou e continua causando sérios problemas de stress emocional e eu temo pela segurança de meus filhos".