Aos 16 anos, Israel Lucero é o vencedor do 'Ídolos' 2010

 

     SÃO PAULO - Com apenas 16 anos, Israel Lucero desbancou mais de 43 mil adversários e se consagrou campeão do Ídolos 2010. Na madrugada desta sexta-feira, a nova estrela da música venceu a disputa com Tom Black na final realizada no Via Funchal, em São Paulo, e pretende popularizar ainda mais o estilo sertanejo, utilizado durante toda sua trajetória no reality show da Record. Com a febre do estilo, ele fez questão de evitar comparações com Luan Santana, ídolo teen que é considerado uma das principais figuras do sertanejo universitário. "Não temos nada a ver. Meu estilo é mais raiz, mas pretendo levar para o universitário, mantendo as minhas características", disse o rapaz logo após ter seu nome anunciado como vitorioso na competição.

 

Com a plateia lotada de fãs, que gritavam seu nome a todo instante, Israel foi ovacionado todas as vezes em que surgia no palco ou que tinha seu rosto exibido nos vídeos preparados pela produção. "A ficha ainda não caiu. O assédio é muito grande (risos)", comentou.

 

Antes de ter o nome anunciado como vencedor, Israel conseguiu realizar o sonho de se apresentar ao lado de Daniel, convidado pela atração para cantar sucessos de sua carreira. "Pô, cantei com meu ídolo. Fiquei nervoso, mas graças à Deus eu não errei a letra e deu tudo certo", disse.

 

Embora faça poucas horas que Israel tenha se tornado o novo ídolo do Brasil, ele já demonstra preocupação com os rumos de sua carreira. "Manter a fama é mais difícil que conquistá-la, mas eu vou trabalhar bastante para fazer muito sucesso", pontuou o rapaz, que acredita ter sido sua humildade a responsável pela conquista do título. "Sempre me mantive tranquilo e busquei ser humilde. Fico feliz que as pessoas tenham visto isso", acrescentou.

 

Com a vitória, Israel passa a ser o novo contratado da Universal Music e entrará em estúdio em breve para gravar seu primeiro CD. Além disso, o rapaz ganhou um automóvel Kia Soul, o qual diz já ter dona. "Este é o presente de aniversário da minha mãe, que completa 34 anos hoje", disse o garoto.

 

Segundo lugar sem amarguras
Após uma tentativa frustrada em 2008, o baiano Tom Black buscou a sorte no Ídolos 2010 e acabou em segundo lugar. Mesmo tendo sido derrotado por Israel, ele não se mostrou triste com o resultado. "É um menino que merece tudo isso que está acontecendo com ele. Apesar de ter 16 anos, ele tem cabeça de 30, é muito respeitador e mostra vontade de aprender. Gosto muito dele e quero, do fundo do coração, que ele seja um grande sucesso no País", disse.

 

Com o fim da disputa, Tom ainda não sabe como serão os próximos dias, mas já tem alguns planos definidos. "Pretendo passar ao menos uma semana com a minha família e depois pegar firme no trabalho e tentar gravar um CD. Apesar de não ter vencido, acabei fazendo alguns contatos durante o programa e acho que tem muita coisa boa para vir para mim", comentou o cantor.