Hospital é multado por aplicar 'overdose' em gêmeos de Dennis Quaid

Agência EFE

LOS ANGELES - O estado americano da Califórnia multou em US$ 25 mil o centro médico Cedars-Sinai de Los Angeles por ter administrado uma overdose acidental de anticoagulante a três recém-nascidos, incluindo os gêmeos do ator Dennis Quaid com sua esposa, Kimberly.

O portal 'TMZ.com', especializado em informações sobre famosos, informou hoje que o Departamento de Saúde Pública da Califórnia decidiu, após uma investigação, que os funcionários do hospital falharam na hora de seguir os procedimentos habituais de segurança.

Essa omissão teve como resultado o que consideraram como 'erros médicos' que poderiam ter sido 'prevenidos'.

Os filhos de Quaid, Thomas Boone e Zoe Grace, que nasceram em 8 de novembro último de uma mãe de aluguel, receberam por erro médico uma 'dose excessiva' do anticoagulante Heparina com apenas dez dias de vida.

Habitualmente os bebês que necessitam desse remédio requerem uma dose de dez unidades, mas receberam por engano 10 mil unidades em duas etapas, segundo o 'TMZ.com', que atribui a informação ao próprio hospital.

Em dezembro, Quaid e sua esposa Kimberly abriram um processo contra a companhia farmacêutica Baxter, fabricante da Heparina, socilitando US$ 50 mil por eventuais danos.