Livro de O.J Simpson, 'If I did it', cai na rede

Agência JB

RIO - O ex-atleta O.J Simpson, 50 anos acusado, julgado e inocentado, num dos julgamentos mais controversos da história dos EUA, acaba de ter seu livro 'If I did it' lançado na rede.

O.J, que teve o livro proibido de ser publicado depois de uma ação civil movida pela família de sua ex-mulher Nicole Brown Simpson, vive um ostracismo forçado depois de décadas de estrelato como jogador de futebol americano, e depois como ator codjuvante em produções despretenciosas como 'Corra que a polícia vem aí'.

No livro escrito em primeira pessoa, O.J pede ao leitor para esquecer todas as teorias que conhece sobre a morte de sua ex-mulher Nicole e de seu namorado, Ronald Goldman.

- Eu vou lhe contar uma história que você nunca escutou antes, por que ninguém sabe o que aconteceu dia 12 de junho de 1994. E claro que eu já escutei todo tipo de história: que eu matei Nicole e Ronald, que eu não sei distinguir mais verdade e ficção, que eu acordo gritando no meio da noite consumido pela culpa - diz O.J no parágrafo introdutório de seu livro não publicado.

- Depois alguma coisa terrível aconteceu, eu estava no jardim da casa de Nicole, e não sabia como tinha ido parar lá - diz O.J depois de descrever uma cena em que discute com Goldman chamando-o para a briga.

As passagens do livro de O.J, assustadoramente reais, até para a nação que brinca constantemente com o caso, sendo até hoje motivo para esquetes cômicas em programas como o Saturday Night Live, estão no site TMZ.