Cenografia de "A Pedra do Reino" vira exposição no Centro do Rio

Agência JB

RIO - Está sendo montada esta semana, no Centro Cultural Ação da Cidadania, uma exposição em que os visitantes poderão conhecer o processo de criação da microssérie "A Pedra do Reino", da Rede Globo. Dirigida por Luiz Fernando Carvalho, a série de cinco capítulos, baseada na obra homônima de Ariano Suassuna, vai ao ar na próxima terça-feira, dia 12. A mostra, porém, abre um dia antes, na segunda-feira, dia 11, e vai até o final do mês. O centro cultural fica em um galpão na rua Barão de Tefé, na Saúde, próximo à Praça Mauá.

Num espaço de 3 mil m² foi armado um túnel, por onde a exposição tem início. Ao longo de curvas sinuosas será contada a história da vida e detalhes das obras de Suassuna, que completa 80 anos dia 16. A segunda estação é uma arena mítica, igual a que foi construída em Taperoá, cidade do sertão paraibano onde a microssérie foi gravada. No espaço serão projetadas, com volume e texturas, as fachadas do casario montado pela equipe de cenografia de Luiz Fernando Carvalho. No centro, imagens do programa serão projetadas na carroça-palco de Quaderna, personagem principal do romance e da série. Com a ajuda de um jogo de luz, o público verá a cidade anoitecer.

A mostra traz ainda um terceiro ambiente, separado em Hemisfério Rei (o trágico) e Hemisfério Palhaço (o cômico) em referência à divisão da alma humana, segundo a obra de Suassuna - onde poderão ser vistos objetos de arte criados para a produção. Entre as duas metades, uma uma verdadeira cavalaria será instalada: são 40 cavalos feitos de palha de milho, estopa, ossos, metal, restos de isopor, serragem, papel e sisal. Além de comtemplar, o público poderá participar de uma oficina com os integrantes do ateliê de "A Pedra do Reino", que realizaram grande parte dos itens cênicos com materiais reciclados.