Afro Reggae comemora 14 anos

Agência JB

RIO - O Grupo Cultural Afro Reggae comemora 14 anos de existência no dia 06 de junho com a oitava edição do Prêmio Orixalé, que homenageia 16 pessoas e grupos que se destacaram em suas respectivas áreas de atuação. O poeta Wally Salomão, mestre na formação de líderes do AfroReggae, será o homenageado especial.

A festa terá, pela primeira vez, direção e cenografia do designer e cenógrafo Gringo Cárdia e contará com abertura do Afro Lata, um dos 13 grupos artísticos criados pelo Grupo Cultural Afro Reggae. A banda AfroReggae dará continuidade ao show, com a participação de artistas como Mart´nália, ArlindoCruz, Alexandre (Natiruts), Rappin' Hood, além do músico colombiano César Lopez, criador da escopetarra , guitarra construída com armas usadas em conflitos. Alunos da oficina de violino doAfroReggae, Acorda Lucas, e a banda 190, da Polícia Militar do Rio de Janeiro, também subirão ao palco, bem como a equipe da Furacão 2000.

A oitava edição do Orilaxé homenageará Chico César, como melhor cantor; Céu, como melhor cantora; e Digitaldubs Soundsystem, como melhor grupo musical. Já na categoria tradição afro-brasileira, o prêmio vai para Comunidade dos Arturos, em Minas Gerais e, na categoria cultura popular, para Seu Abel, do Maranhão.

Jaílson de Souza ganhará o prêmio de produção de conhecimento, enquanto o prêmio de responsabilidade social irá para Vera Cordeiro. Altair Lira, da Bahia, será homenageado na categoria empreendedorismo social; a Escola de Lutheria, do Amazonas, na categoria projeto social e a Associação Lua Nova, na categoria inovação social. O prêmio de políticas públicas irá para Regina Miki, o de direitos humanos para Carlos Nicodemus e o de destaque do ano para o empresário André Skaf.

A premiação acontece no Teatro Villa-Lobos, ás 19 horas.