Oliver Stone dirigirá campanha contra a política de Bush no Iraque

Agência EFE

LOS ANGELES - O Governo de George W. Bush deve ganhar um novo inimigo, com a campanha de anúncios contra a política dos Estados Unidos no Iraque dirigida pelo cineasta Oliver Stone. Segundo confirma hoje o 'The Hollywood Reporter', o polêmico diretor dirigirá a campanha publicitária iniciada por movimentos ativistas, como o MoveOn.Org e o VoteVets.Org, contra a Guerra do Iraque.

Os anúncios, de 30 segundos, utilizarão entrevistas com soldados americanos e suas famílias, nas quais falam contra a presença americana no Iraque. Diretor de um dos filmes mais críticos à guerra do Vietnã, "Platoon', além de veterano de guerra, Stone construiu uma carreira cinematográfica intimamente ligada à política.

- Decidi participar deste projeto porque, como veterano, sei que os Estados Unidos precisam escutar nossos soldados - afirmou Stone, em comunicado divulgado hoje.

O projeto, uma iniciativa dos grupos ativistas, utilizará 20 vídeo-entrevistas, divulgadas em suas respectivas páginas e no site YouTube, material que Stone transformará em um anúncio. Na opinião de Stone, 'enquanto os líderes em Washington repetem que é preciso apoiar as tropas, quem mais sofre com sua política são os soldados'. Os vídeos estarão disponíveis no site moveon.org, e a campanha publicitária deve estar pronta nas próximas semanas.