5x Macbeth

...

...
Credit......

Por conta de ‘A tragédia de Macbeth’, a mais recente versão para cinema da peça de Shakespeare, dirigida por Joel Coen (em seu primeiro filme solo, sem o mano Ethan), e lançada na plataforma de streaming Appletv+, acabei lembrando e (re)vendo as versões anteriores, nas quais cada diretor deu sua interpretação ou visão para a mesma história.

Começando pelo começo, há a versão de Orson Welles (‘Macbeth – Reinado de Sangue’), realizada em 1948, pelo pequeno estúdio Republic e com um orçamento modesto (o próprio Welles desenhou os cenários). Mas é uma das melhores de todas, apesar de não ter feito sucesso, porque é a mais teatral (e a crítica implicou com os sotaques). A atuação vigorosa de Welles, como o ambicioso rei Macbeth, já vale a vista. E os cenários simples fazem com que a gente preste mais atenção no texto e nas atuações.

Depois, em 1957, veio a magistral versão japonesa, ‘Trono manchado de sangue’, de Akira Kurosawa. Ele tira a ambientação da Escócia e leva para o Japão feudal (é mais uma adaptação do que uma versão, inclusive o nome em japonês é ‘O castelo da teia de aranha’), arrancando uma das maiores atuações da carreira de seu ator-assinatura, Toshiro Mifune. É um filme extremamente tenso e violento, filmado em maravilhoso preto e branco. Imperdível.

 

Macaque in the trees
A nova versão de 'Macbeth', lançada na AppleTV+, traz Denzel Washington como o sanguinário rei escocês, e foi filmada em cenários em preto e branco (Foto: divulgação)

 

Contudo, em 1971, Roman Polanski fez a mais violenta e sangrenta de todas as versões. O seu ‘Macbeth’ é o mais bem produzido (filmado em locações no Reino Unido, em widescreen) e o mais sangrento de todos (foi o seu primeiro filme desde que sua esposa, Sharon Tate, foi morta pela Manson Family; então ele não poupou sangue, como numa espécie de catarse).

Curiosamente, foi o primeiro título da Playboy Films, parcialmente bancado pelo coelhão Hugh Hefner. Infelizmente, apesar de ser mais adequado às grandes plateias de cinema (tem um clima bem ‘Game of Thrones’), deu prejuízo.

Desde então, a única versão digna de menção (entre outras, feitas para a TV e vídeo), foi a de Justin Kurtzel (‘Macbeth: Ambição e Guerra’, 2015), com Michael Fassbender e Marion Cotillard (uma das melhores Lady Macbeth). Também é colorida, filmada em widescreen, e rodado em locações, como a de Polanski.

Então chegamos na versão monocromática de Joel Coen, com Denzel Washington no papel-título. É a que mais se aproxima de Welles. Porque feita toda em estúdio e cenários no corte de tela quadrado (e com climão de expressionismo alemão) e diálogos. Tour de force de Denzel e de Frances McDormand (mulher do diretor) como Lady Macbeth. Em comparação, não fica nada a dever a seus antecessores.

Depois de ver a nova versão, na AppleTV+, confira a anterior (2015) e a de Polanski, no HBO Max. A de Orson Welles está na PlutoTV (que é grátis).

 

STREAMINGS+

Macaque in the trees
'Dois tempos' conta a história de duas mulheres separadas por dois séculos (Foto: divulgação)

 

*Gravada em São Paulo e Santos, “Dois Tempos”, a nova série Star+, conta a história de duas mulheres que vivem em épocas diferentes. Paz é uma influencer famosa de 2022; e Cecília é uma escritora de 1922. Estreia no segundo semestre de 2022.

*Vivo Play está com mais de 20 filmes para as férias das crianças para aluguel na plataforma, até 31 de janeiro. Entre eles “A Família Addams 2”, “A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas”, “Os Croods 2” e “O Poderoso Chefinho 2”.

*A The Walt Disney Company vai fechar alguns canais na América Latina (transmitidos por cabo e satélite) e mantê-los apenas através de sua plataforma de streaming, Disney+ São eles: Disney XD, Disney Junior, Nat Geo Kids (esses três voltados para o público infantil), FXM e Nat Geo Wild. O Star Life (ex-Fox Life) será Cinecanal, a partir do fim de março.

*Golpistas estão roubando vídeos curtos do TikTok para repostar no YouTube Shorts, acumulando milhões de visualizações e ganhando dezenas de milhares de inscritos.

*O novo filme de Pedro Almodóvar, ‘Mães Paralelas’, será lançado nos cinemas brasileiros dia 3 de fevereiro, e em 18 de fevereiro estará disponível no Netflix. Estrelado por Penelope Cruz e Rossy de Palma, conta a história de duas mães que dão à luz no mesmo dia.

*O streaming gratuito Pluto TV começa 2022 com a marca de 65 canais. E, neste mês de janeiro, os lançamentos incluem os novos canais: MTV Com o Ex (canal 158), Euronews (203) e o canal exclusivo da série de sucesso: Younger (175).

Redes sociais: @tomleao

 

Macaque in the trees
Mães Paralelas’, 3 de fevereiro nos cinemas (Foto: divulgação)

 



...
A nova versão de 'Macbeth', lançada na AppleTV+, traz Denzel Washington como o sanguinário rei escocês, e foi filmada em cenários em preto e branco
'Dois tempos' conta a história de duas mulheres separadas por dois séculos
Mães Paralelas’, 3 de fevereiro nos cinemas


Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais