A volta de ‘Dexter’, com sangue novo

.

...
Credit......

No último fim de semana, Dexter Morgan, nosso serial killer favorito (!), voltou com uma nova série, após oito anos fora do ar. ‘Dexter: new blood’ estreou aqui no Paramount+, no dia seguinte aos EUA. E, pelo que foi apresentado, os fãs não terão do que reclamar.

O último episódio, da oitava e última temporada de ‘Dexter’, desagradou grande parte dos fãs, com um final qualquer nota (toda temporada final foi fraca): mostrava o camarada, dado como morto, vestido de lenhador, em algum lugar frio. Descobrimos agora que o lugar fica no norte de Nova York, uma cidadezinha que vive de caça e pesca, onde o frio predomina. Bem diferente da caliente Miami, onde se passava a série anterior. Se antes a fotografia era colorida e vibrante, emulando o calor local, agora é tudo frio azulado.

 

Macaque in the trees
'Dexter: New Blood' nosso assassino favorito está de volta, no Paramount+ (Foto: divulgação)

 

Aliás, neste novo mundo, ele nem se chama Dexter. Para os locais é apenas Jim, camarada pacato que trabalha numa loja de caça e pesca, namora uma policial local, e vive a rotina do dia a dia, estando há oito anos sem matar nada ou ninguém. Até porque não há motivo para isso onde está. Para quem não sabe, Dexter era um serial killer que matava outros assassinos. Ou criminosos em geral, que escapavam da lei (pedófilos etc). Ele tinha um código próprio. Por mais que isso possa parecer estranho. Estranho, também, era a gente curtir isso. E torcer por ele!

Mas não era difícil. Graças, em grande parte, ao carisma de Michael C. Hall no papel-título. Que o marcou, tão profundamente, que jamais esquecemos que ele é o Dexter (embora, anos antes, tenha feito o também marcante David, em ‘Six feet under’, HBO). O sucesso da série, que no começo era baseada em livros de Jeff Lindsay, acabou indo além do que já havia sido publicado. Dexter ganhou vida própria.

(ATENÇÃO: SPOILERS À FRENTE!!) E, se antes ele conversava com o seu falecido pai adotivo (um policial que o versou nas artes da manipulação de armas e facas), agora sua companheira fantasma é Debra (Jennifer Carpenter, que também era policial). E o tal ‘sangue novo’ do subtítulo bem pode se referir a Harrison, filho que ele teve na série original com Rita (também falecida), e que apareceu, do nada, em busca do pai, na parte final do novo episódio piloto.

Agora é esperar para ver até onde Dexter vai segurar os seus impulsos assassinos (é mais forte do que ele), mesmo morando numa cidadezinha onde o máximo que acontece de transgressão é ser multado por ter ultrapassado a velocidade local. É claro que ele tem um motivo (muito forte) no piloto da nova série. Mas isso você só vai descobrir assistindo.

Novos episódios toda segunda-feira, já legendados em português, no streaming Paramount+

 

STREAMINGS+

Macaque in the trees
'Sandy + Chef', do HBO Max, é a versão nacional de 'Selena + Chef' (Foto: divulgação)


* São vários os motivos que levam estudantes a deixar a escola. Mas muitos jovens também encontram motivações para seguir com os estudos, pois acreditam que a educação é uma ponte para realizar sonhos. O Canal Futura se uniu à Unicef para desenvolver os documentários com animações "Trajetórias Escolares", no Canal Futura. Novos episódios toda segunda.

 

* A HBO Max anunciou que ‘Sandy + Chef’, produção Max Original baseada em ‘Selena + Chef’, estreou esta semana e terá novos episódios toda quinta-feira; Sandy mostra um novo lado que quase ninguém conhece, e se aventura na cozinha comandando a atração brasileira ao lado de renomados chefs e convidados.

 

* O PlayPlus, serviço de streaming da Record, disponibilizou o documentário ‘Narco Europa’ no catálogo. O documentário, produzido pelo Núcleo de Jornalismo Investigativo da Record TV, se aprofunda no trabalho do crime organizado, no tráfico internacional de cocaína e na atuação das máfias. O aplicativo é gratuito, mas tem alguns programas especiais pagos à parte.

 

* O Prime Video anunciou o início das gravações da nova série brasileira Original Amazon, ‘Cangaço Novo’, que está sendo filmada na região Nordeste do país. A série, que terá oito episódios de uma hora, é produzida pela O2 Filmes e dirigida por Aly Muritiba e Fábio Mendonça. Será lançada no Prime Video globalmente, em mais de 240 países e territórios, no próximo ano.

 

* Star Original Productions anuncia o fim das gravações da produção “Não foi minha culpa”, desenvolvida no Brasil. A produção realizada em três versões locais para Brasil, Colômbia e México narra histórias de vítimas de feminicídios e violência contra mulheres de diferentes idades e classes sociais.

 

Redes sociais: @tomleao



...
'Dexter: New Blood' nosso assassino favorito está de volta, no Paramount+
'Sandy + Chef', do HBO Max, é a versão nacional de 'Selena + Chef'


Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais