Bussunda é relembrado em boa série documental de quatro partes no Globoplay

.

...
Credit......

Estreou esta semana, no Globoplay, o documentário “Meu Amigo Bussunda”, de Claudio Manoel e Micael Langer. Dividido em quatro episódios (com cerca de 40 minutos cada), o documentário conta a história do impagável humorista, desde sua infância até a morte inesperada, em junho de 2006, durante a cobertura da Copa do Mundo na Alemanha. Bussunda (nascido Claudio Besserman Viana, em 1962) morreu aos 43 anos, em Parsdorf, próximo a Munique, onde participava de gravações do programa “Casseta & Planeta”. O ator sofreu um ataque cardíaco, após uma partida de futebol, ao voltar para o hotel.

Macaque in the trees
A série sobre Bussunda relembra uma época muito criativa do país (Foto: Divulgação)

A produção é contada pelos olhos do amigo Claudio Manoel (com quem Bussunda chegou a dividir apartamento nos tempos de dureza), da filha Júlia Vianna e dos amigos. E mais do que apenas contar a trajetória do humorista, o documentário também é o retrato de uma geração. Uma turma que se formou nos anos 1980, muitos vindos da comunidade judaica (que se conheceram, ainda meninos, na colônia de férias Kinderland, como a coreografa Deborah Colker e a atriz Debora Bloch); outros, dos tempos de faculdade (ECO/UFRJ) e também da cena pós-hippie e praiana carioca.

O documentário é contado em ordem cronológica. Assim, o primeiro capitulo é focado na sua infância e juventude. Depois, vemos a sua virada profissional, como roteirista do programa “TV Pirata”, da Rede Globo. Mais adiante, o auge do grupo de humor Casseta e Planeta (que foi a junção de dois grupos diferentes, o Planeta Diário e a Casseta Popular) com o programa próprio na TV, que fez muito sucesso. Até o final (contado por sua filha), com entrevistas de nomes da nova geração do humor, como Fabio Porchat e Danilo Gentili.

O projeto é fruto de uma parceria entre os diretores Micael Langer, Claudio Manoel (que antes fizeram o documentário “Simonal: ninguém sabe o duro que dei”, 2009), e as produtoras Emoções Baratas e Kromaki.

“Há uns três anos, fizemos alguns teasers de projetos, e o do Bussunda acabou sendo abraçado pelo Globoplay”, diz Langer. “Estávamos prontos para começar a gravar, quando a pandemia chegou e colocou tudo em pausa. Isso trouxe muita angústia, pois mirávamos no dia 17/06/21 para homenageá-lo, no aniversário de 15 anos de sua morte”, disse Langer ao JB.

Ficou bacana. Não só para fãs de Bussunda, como também para relembrar uma época muito criativa do país.

STREAMINGS+

Macaque in the trees
A TNT Séries lançou a série 'Dumb' (Foto: Divulgação)

*O Itaú Cultural lançou um serviço de streaming gratuito, chamado Itaú Cultural Play, todo dedicado à cinematografia nacional, que já conta com 135 títulos, entre longas, curtas, animações e documentários. No futuro haverá integração com a Itaú Cinemas e, em seguida, o app estará disponível em SmarTvs. No momento, só pelo site itauculturalplay.com.br

*A partir do dia 29 de junho, os usuários da plataforma e da fintech Mercado Livre poderão receber descontos de até 40% em suas assinaturas na HBO Max, a nova plataforma de streaming da WarnerMedia.

*Assim como já acontece com as SmarTvs mais modernas da LG, que trazem os LG Channels (canais de IPTV gratuitos), os aparelhos Samsung contam com o Samsung TV, que traz alguns canais disponíveis na LG e Pluto TV, e outros, exclusivos. Como Bloomberg, Euronews, Tastemade e o nacional Record News.

*A TNT Séries lançou a série 'Dumb', no dia 22 de junho, na faixa da meia-noite (0h20). A produção israelense conta a história de uma mulher frustrada com sua aparência de adolescente, mas que se aproveita disso para ajudar a polícia em uma investigação sobre o mundo do narcotráfico.



...
A série sobre Bussunda relembra uma época muito criativa do país
A TNT Séries lançou a série 'Dumb'