O surpreendente modo de aumentar o óxido nítrico

.

...
Credit......

O óxido nítrico (NO) é um gás solúvel produzido a partir do aminoácido L-arginina dentro das células. Apesar de ser um radical livre, suporta a função endotelial normal e protege suas mitocôndrias. É vasodilatador e ajuda a relaxar e ampliar o diâmetro dos vasos sanguíneos, permitindo um fluxo sanguíneo adequado à oxigenação de tecidos e órgãos.

Na medicina convencional, usa-se os nitratos geradores de óxido nítrico para tratar angina e insuficiência cardíaca congestiva. Em cada década do envelhecimento, perdemos cerca de 10% da capacidade de produzir óxido nítrico. Por isso é importante estimular essa produção. Veja alguns benefícios do NO:

•Melhora função imunológica
•Tem ação antibacteriana
•Suprime inflamação
•Controla radicais livres
•Antidiabetogênico
•Melhora desempenho físico e recuperação pós-exercício
•Reduz pressão arterial
•Diminui risco de doença coronariana
•Previne aterosclerose
•Promove massa e força muscular
•Melhora viscosidade sanguínea, reduzindo risco de coágulos
•Aumenta oxigenação cerebral
•Aumenta libido

Há várias maneiras de se aumentar o oxido nítrico. A mais simples é comer alimentos ricos em nitratos. Como fonte vegetal, temos: rúcula, ruibarbo, alface manteiga, coentro e outros. Também se encontra em carnes processadas como bacon e cachorro-quente, mas neste caso são vistos como carcinogênicos, pela presença de nitrosaminas. Porém, precisa ficar claro que todos os nitratos são propensos a se converterem a nitrosaminas carcinogênicas quando aquecidos, o mesmo que acontece no processamento da carne.E como os alimentos vegetais com menor frequência são consumidos cozidos ou fritos em alta temperatura, há menos chances de produção de substâncias prejudiciais. E mais: as plantas contém antioxidantes como a vitamina C e polifenóis que bloqueiam a formação de nitrosaminas. É por isso que na produção das carnes há adição de antioxidantes, garantindo que os nitritos sejam convertidos em NO quando chegam ao estômago, em vez de compostos N-nitrosos, que são nocivos.

Aumentando o seu óxido nítrico naturalmente

Agora, veja... Há uma relação íntima entre nitratos da alimentação e bactérias intestinais. Pesquisas recentes sugerem que bactérias boas ajudam a neutralizar as nitrosaminas, enquanto bactérias ruins no intestino aumentam a produção delas. Há uma sequência natural dos alimentos (nitrato / nitrito / óxido nítrico), que é influenciada positivamente pelas bactérias intestinais, no caso, as bactérias probióticas como Lactobacillus.

Além disso, há a necessidade de se manter a acidez gástrica, o que favorece mais ainda a eficiência das bactérias boas. Portanto, a melhor maneira de se ter oxido nítrico em abundância é combinar um probiótico de alta qualidade, como o Lactobacillus, com o nitrato da dieta.
Então, mais uma vez os probióticos e uma boa ecologia intestinal são a melhor saída. Supersaúde!

Referências bibliográficas:
•Nutrition Action March 5, 2018
•Carcinogenesis 1989 Feb;10(2):397-9
•Applied Microbiology 1975 Jan;29(1):7-12
•International Immunopharmacology, August 2001
•American Society for Microbiology, February 28, 2002
•Digestion, 1997, Vol 58
•American Journal of Cell Physiology 2017 Mar 1; 312(3): C254–C262
•J Appl Physiol (1985). 2009 Oct;107(4):1144-55
•Journals of Gerontology November 9, 2016, glw219
•Neuroscience News April 19, 2017
•PLOS One 2015; 10(3): e0119712
•Nutrition Research April 2011; 31(4): 262-269