Dicas naturais para proteger o cérebro e turbinar a memória

.

...
Credit......

Conforme você envelhece, seu cérebro tende a encolher, o que pode causar desde a perda de memória até o mal de Alzheimer. Quando as células do cérebro estão ativas, elas precisam de energia na forma de glicose e oxigênio, que chegam até lá por um aumento no fluxo sanguíneo. Porém, quando o suprimento de sangue fica prejudicado, há menos oxigênio, nutrientes e energia fornecidos às células do cérebro.
Os estudos mostram que pessoas com níveis mais baixos de fluxo sanguíneo para o órgão têm menores volumes cerebrais e redução do córtex, resultando em pior função cognitiva. Mas você pode impedir isso com nutrientes que aumentam o fluxo sanguíneo e o oxigênio para o cérebro. Veja...

Vitamina B12

A suplementação com vitamina B12 pode retardar o encolhimento do cérebro em até 7 vezes em áreas reconhecidamente mais impactadas pela perda de memória. Sem B12, seu corpo não consegue tirar energia da sua comida nem formar glóbulos vermelhos saudáveis. Haverá redução de energia, fraqueza, fadiga e perda de memória.
Portanto, procure ingerir as melhores fontes de B12: fígado e ovos de animais criados à pasto, além de truta, atum e salmão que não sejam de cativeiro. É aconselhável ainda suplementação diária, de acordo com a maioria dos estudos.

Chá verde

O chá verde é rico em antioxidantes e em especial EGCG, uma potente catequina que aumenta o fluxo sanguíneo e protege o cérebro. Muitos estudos comprovam que as pessoas que bebem chá verde diariamente têm menor probabilidade de desenvolver a doença de Alzheimer ao envelhecerem. Pesquisas mostram que os indivíduos que bebiam pelo menos uma xícara de chá diariamente tinham até 86% menos chances de desenvolver deterioração cognitiva e perda de memória.

Óxido nítrico

Com o envelhecimento, o seu corpo passa a ter dificuldade de produzir óxido nítrico. Quando o fluxo sanguíneo para o cérebro atinge um nível criticamente reduzido, ocorre uma cascata que leva à doença de Alzheimer. Por outro lado, quando se tem o fluxo de sanguíneo saudável, o risco da formação de placas e os emaranhados em nível cerebral que são a marca distintiva do Alzheimer são reduzidos. Bons alimentos para aumentar os seus níveis de óxido nítrico são a romã e a beterraba. Além disso, lagosta, caranguejo, espinafre, espirulina, peru, carne de caça, frango e cabra.
E não esqueça de tomar banhos de sol, que desencadeia a produção de óxido nítrico na sua pele. Na derme há grandes reservas de nitrito e nitrato, mas apenas o nitrito é biologicamente ativo. A luz solar parece induzir a conversão de nitrato em nitrito e óxido nítrico.

Inositol Hexanicotinato (Niacina No Flush)

Promove melhora da circulação e oxigenação cerebral, garantindo melhor acesso dos nutrientes de forma geral. Os estudos também recomendam suplementação. Converse com seu médico sobre isso.

Ômega 3

Aumenta o fluxo sanguíneo pela melhora na viscosidade do sangue. Prefira o krill oil ou óleo de peixe ultrafiltrado, por serem produtos com menor risco de contaminação por metais pesados. As dosagens que mostram bons resultados nos estudos são de 2 a 4 cápsulas por dia.
Aproveite essas dicas naturais. Elas vão garantir um cérebro saudável, e por mais tempo!

Referências bibliográficas:
•Brain Behav. 2013;3(6):626-636
•Proc Natl Acad Sci U S A. 2013;110(23):9523-9528
•J Nutr Health Aging. 2016;20(10):1002-1009
•Óxido Nítrico: O Nutriente Cerebral – www.DrRondo.com
•Como Afinar o Sangue Naturalmente – www.DrRondo.com

Dr. Wilson Rondó Jr.
CRM RJ 52-0110159-5
Cirurgião Vascular de formação e Nutrólogo
Registro nº 058357