Jornal do Brasil

Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo

O Haddad do Haddad

Jornal do Brasil

O deputado Jean Willys não merece nem música no Fantástico, mas inscrição no Guiness, o Livro dos Recordes, pelas vezes em que é envolvido em Fake News. A mais recente da última semana é uma montagem de uma reportagem do site G1 informando que no caso de uma eventual eleição de Fernando Haddad para presidente, Jean seria nomeado o ministro da Educação do novo governo petista. A grita na internet foi grande, só que nada poderia ser mais falso. Nem mesmo o repórter que assina a reportagem, Bernardo Karam, trabalha mais no G1. Ele hoje milita nos quadros da Folha de S Paulo. Na verdade, Haddad já confidenciou quem ele sonha em indicar como seu futuro ministro da Educação. Em entrevista ao site socioeconomia.org ele afirmou que fará gestões para que o filósofo e professor Mario Sergio Cortella assuma o cargo.

Infâmia
Como tem gente maldosa no (P) MDB não é mesmo? Acredita que andam dizendo que grande aposta do partido para a Alerj, o ex-prefeito de Queimados Max Lemos, até se elege suave. Mas sua votação periga ficar aquém do portento que se imaginava no início das composições.

Menos, gente
Amigo da coluna passou ontem um cheque para pagar sua assistente, como faz toda semana, e lá foi a moça descontá-lo na agência do Itaú Personalitée da Rua da Assembléia. Alegaram que não poderiam descontá-lo por divergência de assinatura. Ela não sabe se o patrão escreve mal mesmo ou se o problema foi ir ao banco usando uma camiseta escrito Lula Livre.

Bomba!
O calote milionário dado ao Banco do Brasil (BB) por um comandante da reserva da Marinha, de olho no setor atômico, mostra alguns desmandos cometidos em passado que alguns hoje tentam negar. A história é uma das muitas contadas pela jornalista Tania Malheiros, no livro “Bomba atômica! Pra quê? Brasil e energia nuclear”, que será lançado terça-feira no Lamas.
Boas companhias
Após reparar, digamos, os predicados da equipe de panfletagem de Júlio Lopes, a coluna perguntou se havia um critério de seleção para entrar no time. “Nada! É só ser mulher, estar bem maquiada e arrumada”, respondeu uma das meninas. Não surpreende em se tratando de Júlio.

Para foodies
A cozinheira nigeriana Latifa Hassam vai preparar o almoço de amanhã no Restaurante Afro Gourmet, da chef Dandara Batista, especializado em culinária africana. Latifa vive no Brasil desde 2015. Ela mudou para o Rio fugindo da perseguição do grupo terrorista Boko Haram, reconstruiu a vida e se tornou conhecida nas feiras e eventos gastronômicos da cidade.

Deu ruim
Amigo queer da coluna, que teve acesso às últimas pesquisas dos partidos, garante que apesar da profusão de candidaturas, não será nessa eleição que o Rio terá um parlamentar trans.

Voz rouca
Ouvido nos corredores da FGV: “Esse Posto Ipiranga do Bolsonaro mais parece o PSTU da direita”.

-------

LANCE LIVRE

Daniela Dacorso é o destaque da exposição “Cidade Maravilhosa” que terá abertura segunda-feira, no espaço Zagut, no Shopping Cassino Atlântico. Gina Teixeira lançará a antologia “A poesia dos fados e dos tambores”, organizada por Mariza Sorriso, em Lisboa e Luanda. A São Clemente lançará o clipe e a versão 2019 do samba-enredo “E o samba sambou”, terça-feira.



Recomendadas para você