A volta das listras

...

JB
Credit...JB

Quantas camisetas listradas você tem? Pesquisas no acervo indicam ( pelo menos no m eu caso), umas 10, tanto em preto e branco (do Jean-Paul Gaultier) até em bege e branco, de barraca de camelô (a feirinha da Antero de Quental é ótima), de mangas curtas ou compridas. A origem, para variar, é francesa, já que a inspiração vem dos marinheiros de Marselha.

Esta abertura vai além das clássicas. Porque quando parecia esgotada a possibilidade das queridas listradinhas, elas voltam mais chics ou mais divertidas, inesperadas.

 

Versões elegantes

Se Coco Chanel aderiu ao estilo do sul da França e lançou versões de camisetas que usava com pantalonas, estilistas como o brasileiro Heckel Verri também apresentam propostas listradas. Heckel sugere modelos em viscocrepe, perfeitos para este clima variado, com preços de R$ 339 a R$ 349 no site da marca.


Versões surpreendentes

A Uniklo é uma empresa japonesa, a terceira em número de lojas, só perde para a espanhola Zara (número 1), e a sueca H&M (número 2). A Marni é grife italiana em discreto segmento luxo, assinada por Francesco Risso. As duas marcas se uniram e lançaram uma coleção de estampas florais, camisas estilo havaiano e...listras! Tanto em camisas de corte social, com degradês na barra, vestidos totalmente em listras largas, como uma camiseta com três padrões listrados: de frente, o clássico fininho, de costas, listras mais largas e nas mangas, um intermediário. Entraram no site da Marni nesta semana, depois da estreia nas fotos do coreano Lee DongHae. São de jérsei, estão na seção masculina. Só o que assusta são os preços: a de jérsei de algodão custa US$ 390 (cerca de R$ 2 mil, fora o envio e impostos), e a de jérsei, US$ 690 (cerca de R$ 3500, fora envio e imposto). Sendo da Uniklo, que é capaz de vender suéter de cashmere por 50 euros, são caras. Mas é o preço da aliança com o luxo italiano.

 

Macaque in the trees
Camisetas da collab Marni e Uniklo (Foto: reprodução/catálogo)


Assunto decorrente

A história desta coleção Marni + Uniklo parece indicar um posicionamento mais alto da marca japonesa. Um passo em direção ao luxo, de assinaturas fortes. Há um movimento que, ao lado das pesquisas de sustentabilidade, lideradas por Stella McCartney no mundo e a Osklen, pioneira no assunto no Brasil, vai em direção ao luxo e requinte extremos, como foi o desfile da Gucci em um castelo na Puglia, na Itália, assinado por Alessandro Michelle. Outro caminho leva à descentralização dos points fortes dos lançamentos, com desfiles em Los Angeles, em vez de Nova York, ou no interior da Itália em vez de Milão.
Enfim, a moda vive de mudanças. Mas é interessante notar que um supermercado dito popular como o Guanabara, está montando displays para o uísque Johnny Walker - com a figura do próprio no alto - , e um quiosque com opções de uísque para todas as preferências de gosto. Novo posicionamento?

 



Iesa Rodrigues
Camisetas da collab Marni e Uniklo


Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais