Surpresas do consumo

.

...
Credit......

São tempos imprevisíveis. Ou surpreendentes. Por um lado, histórias de desempregos e pouco dinheiro. Por outro, há o espanto de informações que provam que há aumento de vendas. E não só dos chamados itens essenciais, de supermercado e farmácia.

Macaque in the trees
Cosméticos halal conquistam as belas muçulmanas (Foto: Divulgação Cdial)


Beleza
Que o mercado de cosméticos - principalmente de produtos de tratamento de pele - e a procura por cirurgias plásticas está em alta, é fato sabido. Mas impressiona mais ainda o mercado halal (que significa lícito ou permitido) que atende à clientela muçulmana e deve atingir no mundo cerca de 76 bilhões de dólares até 2024, é impressionante. As jovens árabes, ávidas por novidades, pagam por alta qualidade, desde que os produtos sigam as normas pré-estabelecidas pela religião islâmica. Um exemplo das restrições é a ausência de ingredientes proibidos nas fórmulas, como origem de procedência suína ou outros animais sem certificação halal.

As consumidoras deste nicho são beldades que em geral usam os véus, mas sabem explorar a beleza da pele e a maquiagem dos olhos, quando circulam fora de casa.

Uma das empresas que certificam o halal no Brasil é a Cdial halal, acreditada pelos principais órgãos oficiais dos Emirados Árabes (EIAC) e do Golfo (GAC). No Brasil, a marca de cosméticos mineira Adélia Mendonça conquistou a certificação halal.

Macaque in the trees
Pijamas (este, por R$ 165) lideram as vendas de moda no site Elo7 (Foto: Elo 7)

 

Macaque in the trees
Coleiras com plaquinhas personalizadas custam R$ 89 (Foto: Elo 7)

Pijamas e pets
Ficar em casa provoca olhar em volta e reparar que faltam almofadas, as cadeiras estão quebradas, a cozinha precisa de equipamentos. Talvez sejam estas as causas do aumento de vendas em sites como o Elo7. Segundo as pesquisas nos vários setores, há um aumento de 312% na venda de pijamas e de mais de 300% nos brinquedos educativos. Até aí, compreende-se: o pijama é a roupa do conforto, que eventualmente entrou na moda para sair à rua.. As crianças presas em casa precisam de distrações para que os pais consigam dar conta do home office. Só que temos também destaque para o mercado de pets. Ok, que as caminhas dos totós tenham vendido 118% a mais desde março de 2020. Mas as bandanas dos peludos venderam 45% a mais e os pingentes, incríveis 93%! www.elo7.com.br

Macaque in the trees
Cotas de lugares garantem as viagens em jatos executivos (Foto: Marcio Jumpei Nakatsui/divulgação)

Voando alto
Antigamente (isto é, pré-Covid) viajar de jatinho era privilégio de pessoas jurídicas, políticos, passageiros que podiam bancar a exclusividade. Com o medo de aglomerar, de sentar ao lado de um passageiro sem máscara, da pouca escolha de rotas e frequências, muita gente começou a apertar os cintos nos chamados aviões executivos. Uma empresa como a Avantto registrou aumento de 25% em 2020 no resultado operacional. A frota de 65 aeronaves tem pelo menos 450 usuários ativos, que aceitam o sistema de compartilhamento do voo. Isto é, dividem cotas de espaço com outros passageiros. A perspectiva da Avantto é fechar 2021 com aumento de 32%. www.avantto.com.br

Macaque in the trees
Loja física da Amazon, em Orlando (Foto: Valentina Souza)

Forma física
Depois de mais de um ano consumindo diante das telas, usando serviços de delivery, a opinião geral seria que as lojas físicas estariam condenadas ao fechamento geral. Pois aviso que o maior site de vendas online, o Amazon, que praticamente detona o varejo no mundo, acaba de acrescentar uma bela loja física, a Amazon4Stars, em Orlando, no shopping The Mall at Millenia. No estoque, apenas os produtos mais vendidos e acima de quatro estrelas nas avaliações no site. Estratégia perfeita: oferta quase infalível, que atinge quem não acha mais graça nas compras sem contato com os produtos. E o detalhe consagrador: o lojão vive cheio, nesta Florida com bom índice de vacinação.

Macaque in the trees
Kit da Crayola, à venda na Amazon4Stars (Foto: Valentina Souza)

Remotas
Falando em Florida, surgiu uma nova forma de economizar. Este estado americano, amado pelos viajantes brasileiros que curtem os parques e as compras, provavelmente iria à falência, não fossem as compras à distância, realizadas por bravas empreendedoras. Formam-se grupos de até 15 pessoas que se inscrevem e acompanham um tour de postagens por lojas conhecidas por bons preços. Target, Walmart, Primark, Bed, Bath and Beyond, Ross, Marshall´s são endereços que atraem quem não pode viajar atualmente, ou não quer fazer quarentena no México antes de entrar no solo americano. Uma compra na Gap, por exemplo, pode chegar a um total de US$ 300, mas garante agasalhos, camisetas e calças para uma família de sete pessoas. Pode demorar um pouco para chegar, mas vale pelo custo baixo, pela qualidade e pelo número de peças.

Além de roupas, há visitas a outlets da Disney, da Universal e ao Sawgrass. O problema é a dificuldade de resistir às pequenas tentações vistas nas prateleiras, através das postagens nos celulares: como não se apaixonar pelo estojinho de Crayola, com 120 lápis de efeitos perolados, com glitter, neons, metálicos, confetes por US$ 19,90? Um endereço para estas compras: @encomendecoisas



Cosméticos halal conquistam as belas muçulmanas
Pijamas (este, por R$ 165) lideram as vendas de moda no site Elo7
Coleiras com plaquinhas personalizadas custam R$ 89
Loja física da Amazon, em Orlando
Cotas de lugares garantem as viagens em jatos executivos
Kit da Crayola, à venda na Amazon4Stars
...