Previsões antecipadas do que vestir

.

...
Credit......

Em geral, anunciam-se tendências de moda no fim do ano, como previsões que indicam o que vestir para se sentir com visual atual. Só que depois de tantos meses resistindo a andar de pijama dia e noite, dentro de casa, quem curte moda quer saber se há mudanças desde que fez suas últimas aquisições lá pelos idos de 2019.

E há: em lugar de formas e cores, há exigências de sustentabilidade, necessidade de saber de onde saiu aquela peça, um olhar mais crítico sobre looks de celebridades. E principalmente quase zero preconceito nas escolhas. Claro que sempre haverá mentes retrógradas incapazes de aceitar homens de saia, calças largas, jeans curtos. Para estas mentes, melhor ler sobre política, saúde, diplomacia, temas que andam se renovando muito pouco. Deixem a moda evoluir, ela reflete nossa História.

O que vem por aí:

Macaque in the trees
Saia lenço da coleção Gaia, da Osklen (Foto: Reprodução do site)

Mensagens: um exemplo perfeito é a saia-lenço da Osklen, simplesmente amarrada na cintura com texto na altura dos quadris. A Reserva também costuma criar camisetas “falantes”. Uma maneira fácil de se manifestar, basta vestir e instagramar, enquanto circula pouco nas ruas nem aglomera em passeatas

Macaque in the trees
Fiuk de camisetão/vestido, no BBB21 (Foto: Reprodução TV)

Homem de saia: o ator Fiuk usou um camisetão longo, como um vestido, durante o BBB21. Foi alvo de comentários debochados até dos outros participantes. Qual é o problema? Se mulheres usam terno, homens podem usar vestidos, saias, o que bem entenderem. Beto Neves, da Complexo B, tem estes modelos, faz tempo. Na Europa, Jean Paul Gaultier criava saias masculinas desde os anos 1980

Macaque in the trees
Hoodie (moleton de capuz) e bermuda amarela da Amar.Ca (Foto: Instagram)

Cores: depois do color block, que pouco sucesso fez, há uma vontade de usar rosa, azul, verde, amarelo. Muito bem expresso este desejo na primeira coleção da Amar.Ca, que tem a atriz Thaila Ayala entre as sócias. Muito boa a seleção de moletons, quase todos esgotados, com promessa de reposição.

Macaque in the trees
Corselet da coleção de inverno de La Quan Smith, mestre no uso do Neoprene e novos tecidos (Foto: Divulgação)

Matérias: cogumelos, na Stella McCartney e nas bolsas da Hermès, são as novidades de matéria-prima. Mas o maior impacto de mídia é a aposta do americano La Quan Smith, pioneiro no uso do Neoprene como matéria de roupas sensuais. E atenção à volta do espartilho ou corselet

Macaque in the trees
Logotipo da Fendi da cabeça aos pés, na coleção assinada por Kim Jones (Foto: Divulgação)

Logotipo da Fendi da cabeça aos pés, na coleção assinada por Kim Jones (foto divulgação)
Logos: outra volta, para quem adora alardear a origem do que veste. Há roupas e acessórios com logos em quase todas as marcas. O mais comentado foi o look que o Kim Jones criou para a Fendi. Logo da cabeça aos pés! Um exagero capaz de puxar a vontade de ter nem que seja uma camiseta com letras ou palavras famosas. Neste ponto cresce a importância dos youtubers, que estão lançando coleções de moletons e camisetas. Um dos modelos mais cobiçados mostra simplesmente a marca WebTVbrasileira, nome do canal do casal Tatiana e Marcelo.

Macaque in the trees
Dua Lipa com figurino de recortes: atenção no estilo dela (Foto: Divulgação)

Macaque in the trees
Manu Gavassi e as duas transformações mais recentes (Foto: Instagram)

Manu Gavassi e as duas transformações mais recentes (foto Instagram)
Exemplos: Dua Lipa não é cantora das mais conhecidas da massa, mas merece atenção pela originalidade dos figurinos. Principalmente pelos recortes, tendência que aparece tanto em moda praia como no body urbano. Uma de suas fãs, a atriz Manu Gavassi é exemplo de gente que não teme mudanças. Ficou mais famosa depois de participar do BBB20, e segundo comentários acaba de ganhar R$ 500 mil para virar loura

Macaque in the trees
Jeans da coleção 2021 da grife Balenciaga (Foto: Reprodução do site)

Largos e curtos: depois da orgia dos jeans justos, cada vez mais skinnies, chegam as calças em jeans com pouco ou nenhum elastano, de pernas largas e curtas. Difícil de pegar no Brasil, onde a paixão é pelas roupas justas. Mas quem sabe, com o aval da grife Balenciaga, haja adeptas? Querem saber o preço? R$ 4.125

Macaque in the trees
Look de figurino coreano, de casaco longo e calças retas (Foto: instagram CodiPop)

Casacões: nosso inverno não permite cashmeres e lãs pesadas. Deve surgir uma linha de tecidos mais leves, para facilitar a adesão aos casacos de comprimento nos joelhos, que fazem lindas sobreposições. Vale prestar atenção nos figurinos da série coreana Romance is a bonus book, na Netflix. Os atores usam casacos Gucci, ninguém usa os doudounes, casacos de nylon acolchoados, baratos.



Saia lenço da coleção Gaia, da Osklen
Fiuk de camisetão/vestido, no BBB21
Hoodie (moleton de capuz) e bermuda amarela da Amar.Ca
Corselet da coleção de inverno de La Quan Smith, mestre no uso do Neoprene e novos tecidos
Logotipo da Fendi da cabeça aos pés, na coleção assinada por Kim Jones
Dua Lipa com figurino de recortes: atenção no estilo dela
Manu Gavassi e as duas transformações mais recentes
Jeans da coleção 2021 da grife Balenciaga
Look de figurino coreano, de casaco longo e calças retas
...