O canto de Maria

.

...
Credit......

A cantora carioca Maria Marcella lança o seu segundo álbum, Dentro D`Água (Kuarup), no qual presta tributo à obra de Dori Caymmi. Um trabalho fascinante que acrescenta às melodias – Dori é craque ao manejá-las – versos dos parceiros Paulo César Pinheiro, Chico Buarque e Nelson Motta.

Maria empresta a essas canções sua voz poderosa de soprano com alcance de contralto (ela tem licenciatura em música pelo Conservatório Brasileiro de Música), e, por vezes, deixa aflorar a sua veia de cantora lírica. Mas não só, claro, já que ela também se vale de recursos de cantora popular para bem sagrar os (en)cantos gerados por Dori em suas criações.

A sonoridade do canto de Maria dá a força que um álbum com músicas de Dori pode alcançar. Para isso, temos direção musical, arranjos, violão e voz de Dori Caymmi, produção de Marcelo Melo com o baixo acústico de Zeca Assumpção e a percussão de Edgar Araujo, gravação, mixagem e edição de Sérgio Lima Netto e Marcelo Melo, e masterização de Sérgio Lima Netto.

Macaque in the trees
Detalhe da capa do CD de Maria Marcella (Foto: Reprodução)

A mixagem, e posterior masterização, prioriza o som do violão, dando ao baixo acústico e à percussão a incumbência de fazer das músicas uma deliciosa e inspiradora criação minimalista. Com a sábia escolha pelos arranjos de Dori, Maria Marcella pôde passear seu cantar poderoso por cada uma das treze músicas do disco... e ela dá um verdadeiro show de interpretação.

Parece até que ela está “brincando” de cantar para amigos, em casa. Esta espontaneidade nos faz crer que ela é uma intérprete nascida para cantar as músicas de Dori. E isso não é pouco, não. Pois estou certo de que quem canta as músicas do baiano como ela cantou, cantará, e bem, qualquer música tão “complexa” quanto as de Dori Caymmi.

Com linda intro do violão, Maria Marcella, irrepreensível, traz a bela canção “Água do Mar”. Em seguida, vem a clássica “De Onde Vens” (Dori e Nelson Motta) – a voz de MM cresce com o soberbo violão de Dori. Em “Delicadeza” (Dori e PCP), a voz de Maria revela seu timbre um pouco mais empostado, lindo! “Sombra”, “Saudade do Rio” (um louvor à cidade dos cariocas), e a belíssima “Rio Amazonas”, também são de Dori e PCP. E vêm a poética “Fora de Hora” (Dori e Chico Buarque) e novamente outras duas de Dori e PCP: “Dança do Tucano” – quando se nota bem o baixo e a precursão –, e “Armadilhas de Um Romance”, um lindo choro.

E tem mais, Dori Caymmi canta cinco músicas junto com Maria Marcella (aliás, a voz de Dori a cada dia fica mais bonita). Nessas ocasiões, os dois recriam “Voz de Mágoa”, Água do Mar”, “Dia de Graça”, “Rio Amazonas”, “Saudade do Rio”, as cinco de Dori e Paulo César Pinheiro, bem como “Saveiros” (Dori e Nelson Motta) – músicas estelares com originais concepções instrumentais e vocais.

É inusual uma jovem cantora escolher um repertório de excelências que se amolde tão corretamente à sua voz e à sua alma como fez Maria Marcella. A partir daí, tudo nos dá certeza de que cada música do álbum Dentro D`Água será admirável.

Aquiles Rique Reis, vocalista do MPB4




...
Detalhe da capa do CD de Maria Marcella