Jornal do Brasil

Ciência e Tecnologia

Revelado segredo do material potencialmente mais rígido do Universo

Um novo estudo sugere que a substância denominada pasta nuclear possa ser 10 bilhões de vezes mais rígida que o aço.

Jornal do Brasil

A pasta nuclear, uma substância rara que se acredita existir em estrelas mortas ultradensas chamadas de estrelas de nêutrons, pode ser mais rígida do que qualquer outro material conhecido no Universo, revela novo estudo publicado na Physical Review Letters.

Para quebrar a pasta nuclear é necessária uma força 10 bilhões de vezes maior do que a empregada para romper o aço.

Macaque in the trees
Universo (Foto: NASA)

 

"Este é um número absurdamente alto, mas o material também é muito, muito denso, o que ajuda a torná-lo mais forte", esclarece o coautor do estudo, Charles Horowitz, da Universidade de Indiana (EUA), citado pela Science News.

A pasta nuclear é incrivelmente densa, cerca de 100 trilhões de vezes a mais que a água. Os pesquisadores usaram simulações de computador para esticar as lâminas da "lasanha nuclear" e estudar como o material reagia. Pressões extremamente altas eram requeridas para deformar a substância e a pressão necessária para quebrá-la era maior do que a usada para quebrar qualquer outro material conhecido.

Simulações anteriores revelaram a força da crosta externa de uma estrela de nêutrons, mas a crosta interna, que abriga a pasta nuclear, era território inexplorado até agora.

"Agora, podemos ver que a crosta interna é muito mais forte", concluíram os pesquisadores do estudo.

Estrelas de nêutrons são formadas quando uma estrela moribunda explode, deixando um remanescente rico em nêutrons comprimido a pressões extremas por forças gravitacionais poderosas, resultando em materiais com propriedades estranhas.

Os cientistas esperam que, no futuro, com a ajuda do observatório de ondas gravitacionais com interferometria a laser LIGO, seja possível confirmar que as estrelas de nêutrons têm materiais extremamente fortes em suas crostas.

"Agora, podemos ver que a crosta interna é muito mais forte", concluíram os pesquisadores do estudo.

 

Estrelas de nêutrons são formadas quando uma estrela moribunda explode, deixando um remanescente rico em nêutrons comprimido a pressões extremas por forças gravitacionais poderosas, resultando em materiais com propriedades estranhas.

Os cientistas esperam que, no futuro, com a ajuda do observatório de ondas gravitacionais com interferometria a laser LIGO, seja possível confirmar que as estrelas de nêutrons têm materiais extremamente fortes em suas crostas.

 

 


Tags: Universo

Recomendadas para você