Campeonato de League of Legends 2020 é confirmado mesmo com atual cenário

Divulgação Riot Games
Credit...Divulgação Riot Games

A realização do Campeonato Mundial de League of Legends de 2020 (também chamado Worlds 2020) foi confirmada pela organizadora do evento, a desenvolvedora de jogos Riot Games. O evento acontecerá em Xangai, de 25 de setembro a 31 de outubro, com as finais no estádio de futebol Pudong.

O plano original da Riot era dar continuidade ao modelo usual de seus torneios, que são sediadas em múltiplas cidades chinesas. A concentração em Xangai veio como uma maneira de minimizar riscos de contágio.

Ainda assim, num momento mundial de apreensão e de paralisação generalizada das ligas esportivas, é surpreendente que um dos maiores certames de esportes eletrônicos seja anunciado. De acordo com o portal EsportsBettingTop este será o evento de eSports com maior número de espectadores e apostas no ano.

As primeiras etapas do campeonato serão realizadas sem a presença de espectadores. Posteriormente, a organização do evento deverá seguir as diretrizes das autoridades locais para definir se as arquibancadas poderão receber o público de torcedores nas etapas finais da disputa.

Tampouco estão definidas as informações sobre vendas de bilhetes, que devem ser publicadas conforme se aproxime a data do campeonato. Já se sabe, no entanto, que o Campeonato Mundial de League of Legends voltará ao modelo itinerante chinês em 2021 e será sediado na América do Norte em sua edição de 2022.

Esportes virtuais em 2020: aonde vão?

Apesar de serem realizados com interação física muito menor do que os esportes coletivos ou de contato, os torneios globais dos esportes eletrônicos mais populares foram cancelados ou postergados em sua maioria com a chegada da pandemia do novo coronavírus.

O Worlds 2020 será um dos únicos eventos do gênero a se realizar em 2020. O campeonato Six Invitational, do jogo Rainbow Six Siege, foi um dos únicos organizados nesse ano, pois estava marcado para fevereiro.

A realização do Worlds 2020 pode servir como referência para entender se existe a possibilidade de que novas competições de jogos eletrônicos possam ser organizadas nos próximos meses, tomando cuidados com a saúde de jogadores e público.

Muitas modalidades esportivas “reais” voltaram provisoriamente, com distanciamento e sem plateias espectadoras. No entanto, algumas ligas tiveram retrocessos por detecção de contágio, como a liga norte-americana de hóquei no gelo. Enfim, a expectativa é algo presente tanto para os comitês de organização quanto para o público no momento atual.

Os eventos internacionais de esportes eletrônicos vêm cativando uma geração inteira de espectadores, que travaram contato com os jogos no ambiente doméstico ou em lan houses. Mas essa popularidade não se reflete apenas no entusiasmo do público: também se manifesta em números impressionantes.

Apenas com o League of Legends, a Riot Games arrecadou uma receita de US$1,5 bilhão no ano e somou 111,5 milhões de jogadores em 2019, conforme dados da consultoria SuperData Study. Para efeito comparativo, o filme com a maior bilheteria mundial da História do cinema é “Vingadores: Ultimato” (2019), que arrecadou US$2,79 bilhões no mundo inteiro.

Estima-se que o mercado global de jogos de computadores que podem ser jogados de graça gerou US$120,1 bilhões em 2019. As transmissões de grandes eventos competitivos estão inseridas nesse “ecossistema”.

Assim, os torneios atraem anunciantes e públicos cada vez maiores – e rendendo ainda mais publicidade para os jogos. As grandes casas de apostas, as plataformas de transmissão ao vivo (Twitch, YouTube) e as marcas ávidas por atingir esse grande público consumidor já estão atentas ao potencial desses torneios. Um deles, o ESL One no Rio de Janeiro, será um grande evento em 2020 também.

Participação brasileira

O Worlds 2020 reúne equipes de todo o planeta, qualificadas previamente em campeonatos regionais. No Brasil, o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) está em curso até a data prevista de 5 de setembro.

A disputa sequer chegou às semifinais, mas as equipes mais bem-posicionadas até o momento são paiN Gaming, INTZ, KABUM! e-Sports e Santos e-Sports. Desde 2017 o primeiro colocado do CBLoL vem sendo incluído entre as equipes concorrentes do Worlds.

No entanto, até o momento nenhum time nacional ainda conseguiu levar o caneco mundial para casa. As três últimas equipes vencedoras do Worlds foram as chinesas FunPlus Phoenix (2019) e Invictus Gaming (2018) e a sul-coreana Samsung Galaxy (2017).

 ***

TAGS

Melhor site de jogos.