Mortes por dengue diminuíram no primeiro trimestre em relação ao mesmo período de 2010

As mortes por dengue no país diminuíram no primeiro trimestre em comparação ao mesmo período de 2010. O balanço mais recente do Ministério da Saúde mostra uma queda de 64% no número de mortes. De 1º de janeiro a 31 de março deste ano, 95 pessoas morreram da doença, contra 261 no mesmo período do ano passado.

Já as notificações de dengue caíram 43%, passando de 448.701 para 254.734. Os casos graves diminuíram 69% no primeiro trimestre. Em 2011, foram 2.208 registros, ante 7.064 no mesmo período de 2010.

De acordo com o Ministério da Saúde, todas as regiões apresentam tendência de queda na identificação de casos, com exceção do município do Rio de Janeiro.

O ministério alerta para a manutenção das medidas de prevenção e controle do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença, que tem até maio o seu maior pico de transmissão.

Na análise das amostras, o vírus tipo 4, que não circulava há mais de 28 anos no país, apareceu em 12,4% do material coletado. Foram encontrados casos desse vírus em Roraima, Pernambuco, no Amazonas, Pará, Rio de Janeiro, Piauí e na Bahia. O vírus tipo 1 é o que mais atinge o brasileiro. Do total de amostras de sangue analisadas, 73,1% deram positivo para o sorotipo viral.

O balanço parcial do ministério ainda não contabiliza o caso registrado pela Secretaria de Saúde de São Paulo, pois aguarda resultado de exame do Instituto Evandro Chagas, referência no estudo da doença.