Filosofia de Bob Marley inspira eletrônicos para escutar música

Nos primeiros dias de janeiro, os aficionados por tecnologia, ou mesmo aqueles que se consideram apenas curiosos, voltaram os seus olhos para Las Vegas, nos Estados Unidos. E em meio a tantos estandes de novos produtos apresentados na CES 2011, maior feira de eletrônicos do mundo realizada de 6 a 9 de janeiro, um deles chamou a atenção. Mais precisamente o espaço destinado à House Of Marley, novo empreendimento da família do nome mais conhecido da reggae music de todos os tempos, Bob Marley (1945-1981).

Atuando como garoto-propaganda da nova marca, Rohan Marley, um dos dozes filhos que Bob Marley deixou, ganhou destaque nas principais agências de fotografia internacionais. Afinal, em um evento como a CES 2011, onde as estrelas são os eletrônicos, é no mínimo estranho ver um membro da família de Bob Marley do outro lado do balcão, divulgando produtos, e chamando a atenção. Segundo um dos porta-vozes da House of Marley, Gregg Hirschorn, a CES 2011 foi escolhida porque a família queria mostrar aos varejistas e também aos consumidores que a House of Marley está fazendo equipamentos de áudio com o que há de melhor, mantendo-se fiel ao compromisso de Bob Marley e de sua família com um planeta sustentável.

Criada recentemente, a House Of Marley é uma das frentes de atuação do 1Love.org, movimento encabeçado pela família de Bob Marley que tem como objetivo divulgar a filosofia de Marley de "One Love, One World" (um amor, um mundo), e sua mensagem de união e paz. Os produtos, que devem começar a ser vendidos no segundo quadrimestre de 2011 e foram criados em parceria com a HoMedics, terão parte de sua renda revertida para o movimento, seus projetos e ações. Já de início, foram lançadas três coleções - Jammin', Freedom e Destiny - de fones de ouvidos, headphones, docking stations - ou dock station, base em que o usuário encaixa um dispositivo móvel e que funciona como caixas de som -, caixas de som e boomboxes - uma espécie de tocador portátil de música.

De acordo com Gregg Hirschorn, a família Marley achou que um ponto de partida natural para passar a diante a mensagem de Bob Marley era desenvolver "produtos que pudessem tocar a música de seu pai, do jeito que ela foi feita para ser ouvida". Por isso, o trabalho da House of Marley baseia-se em quatro pilares: qualidade superior, sustentabilidade, "uma causa em mente" e desperdício consciente.

Para garantir a qualidade do som, os produtos foram feitos e testados com músicas de Bob Marley, e uma atenção especial foi dada aos sons graves, que tanto caracterizam o reggae. Na fabricação de cada item, foi utilizado madeira certificada pelo Conselho de Manejo Florestal (FSC, na sigla inglês) - conselho responsável pela certificação florestal, garantindo que a madeira é oriunda de um processo produtivo manejado de forma ecologicamente adequada, socialmente justa e economicamente viável, e no cumprimento das leis vigentes -, alumínios e plásticos reciclados e recicláveis. E, para evitar o desperdício, também as embalagens foram feitas com materiais reciclados e recicláveis, sendo que os saquinhos que protegem os fones de ouvidos e headphones são feitos de fibras naturais, algodão e cânhamo. O quarto princípio, de "uma causa em mente", resume o trabalho da família de criar produtos que financiem o movimento 1Love.org.

Por enquanto, os produtos da House Of Marley ainda não estão à venda, mas devem custar entre US$ 29,99 (cerca de R$ 50), os fones de ouvidos, e US$ 499,99 (em torno de R$ 830), as dock stations. E como não previsão de chegada às lojas dos Estados Unidos e menos ainda do Brasil, o jeito é se contentar em entrar no site https://www.thehouseofmarley.com e se registrar para ser avisado quando as vendas começarem. Os primeiros lotes serão limitados e somente os fãs cadastrados terão acesso exclusivo à loja online no período de pré-venda.