Cibercriminosos aproveitam novo Harry Potter para espalhar vírus

Criminosos virtuais estão aproveitando a expectativa em torno do lançamento do penúltimo filme da saga Harry Potter para tentar roubar informações a respeito da identidade de usuários da rede mundial de computadores. Os vírus são disseminados através de links que prometem o download gratuito do filme.

A saga do bruxo, de fato, vazou na internet. Milhares de usuários já copiaram ilegalmente os 36 primeiros minutos do filme através dos sites de BitTorrent mais conhecidos. Estima-se que “Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1” possa superar o episódio anterior da série,  que atingiu a marca de mais de 8 milhões de downloads ilegais.

Embora exista a especulação de que a Warner Bros, estúdio responsável pela obra, tenha liberado o filme propositalmente, a empresa nega e promete entrar com ação judicial contra os responsáveis. Em comunicado oficial, a Warner afirma que o fato se trata de “uma séria violação dos direitos autorais".

Em meio as polêmicas, ‘Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1’ estreia nesta sexta.