Aparelho ajuda mulher paraplégica a voltar a andar após 18 anos

A empresa Berkeley Bionics revelou ao mundo, em conferência de imprensa, o eLEGs - exoesqueleto robótico capaz de fazer com que indivíduos paraplégicos possam voltar a andar. Na apresentação, Amanda Boxtel, que não andava desde 1992 quando sofreu um acidente de esqui, caminhou pelo palco. 

- Andar no eLegs foi simplesmente espantoso. Dobrei o meu joelho pela primeira vez em 18 anos e apoiei meu calcanhar no chão. Depois transferi o peso e dei outro passo. Foi tudo muito natural e isso me empolgou, disse emocionada.

Eythor Bender, diretor executivo da empresa, diz que proporcionar a outras pessoas a mesma experiência que Amanda teve é o grande objetivo do projeto.

 - A maioria dos seis milhões de americanos que hojem vivem com alguma forma de paralisia é formada por indivíduos altamente ativos que sofreram acidentes.Quando eles procuram opções para aumentar sua mobilidade acabam descobrindo que a cadeira de rodas é a única opção. Nós queremos aumentar sua independência e liberdade de movimentos. Com o eLegs podemos fazer isso, afirmou.

O aparelho, movido a bateria,  será oferecido inicialmente a centros de reabilitação para uso com supervisão médica. Os inventores, porém,  afirmam que, com um pouco de prática, os usuários poderão vestir e tirar o equipamento sozinhos,em poucos minutos.


Veja o vídeo