Presidente do Equador usa YouTube para defender software livre

Agência JB

BRASÍLIA - O governo do Equador resolveu usar o site de compartilhamento de vídeos YouTube para fazer campanha pela disseminação do software livre. Num vídeo de um minuto e meio, o presidente Rafael Correa defende o uso dos programas de código livre como forma de garantir a soberania dos países latino-americanos.

- Essa é a hora da integração, em todos os aspectos, entre eles o tecnológico - afirma o presidente equatoriano.

- Por isso é importante que todos tenhamos o software livre. Dessa maneira, garantiremos a soberania de nossos Estados, dependeremos de nossas próprias forças, não de forças externas à região.

Correa diz ainda que a tecnologia pode trazer benefícios para a economia.

- Seremos produtores de tecnologia, não apenas consumidores. E podemos desenvolver muitos produtos que, com uma adequada articulação, podem ser úteis para as empresas públicas e privadas da nossa região.

Eleito no final do ano passado com a promessa de implantar uma plataforma de cunho social e anti-imperialista, o equatoriano finaliza a gravação dizendo que o software livre será "um importante passo para a política de integração e, por que não dizer, liberação da América Latina".

Na seção de comentários, há pessoas entusiasmadas com a idéia, outras revoltadas com o baixo número de acessos em comparação com vídeos que tratam de "besteiras" e ainda um que se oferece para trabalhar no setor de informática do governo equatoriano.

(Com Agência Brasil)