Primeiro orbitador lunar da Coreia do Sul entrou em sua trajetória planejada em direção à Lua

Foto: AFP 2022 / Jung Yeon-JE
Credit...Foto: AFP 2022 / Jung Yeon-JE

Lançado com sucesso, orbitador já está em trajetória planejada em direção à Lua, disse o Ministério da Ciência da Coreia do Sul nesta sexta-feira (5), de acordo com a agência de notícias Yonhap.

O Orbitador Lunar Desbravador da Coreia, mais conhecido como Danuri, já está na trajetória planejada para o satélite natural da Terra, viagem que deve levar cerca de quatro meses e meio.

A Coreia do Sul confirmou que o orbitador estava gerando energia com seus painéis solares e todos os dispositivos a bordo estavam funcionando corretamente após ser lançado em um foguete SpaceX Falcon 9 de Cabo Canaveral, nos Estados Unidos.

Danuri também fez sua primeira comunicação com uma antena da Rede do Espaço Profundo da NASA em Camberra, Austrália, às 9h40 no horário coreano (21h40 da véspera no horário de Brasília), de acordo com o Ministério da Ciência e Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC).

"O Danuri será registrado como o primeiro passo na história da exploração espacial da Coreia do Sul", disse o ministro da Ciência e TIC, Lee Jong-ho, em Cabo Canaveral após observar o lançamento. Para o ministro "ainda há um longo caminho pela frente para Danuri, incluindo entrar na órbita lunar e realizar sua missão de um ano".

O lançamento desta sexta-feira (5) marca a história espacial do país ao realizar sua primeira missão além da órbita da Terra, ao mesmo tempo que realiza sua primeira missão de observação lunar.

Os objetivos de Danuri são medir terrenos, forças magnéticas, raios gama e outras características da superfície lunar usando seis instrumentos a bordo durante sua missão de um ano, começando no final de dezembro.

O orbitador também vai identificar possíveis locais de pouso para futuras missões lunares, dentre elas a de um módulo de pouso coreano planejado para ser lançado em 2031 depois dos vultuosos investimentos do governo do presidente Yoon Suk-yeol na indústria aeroespacial com a criação do Instituto de Pesquisa Aeroespacial da Coreia (KARI, na sigla em inglês).

Em junho, a Coreia do Sul lançou seu primeiro foguete local, Nuri, tornando-se o sétimo país do mundo a desenvolver um veículo de lançamento espacial que pode transportar um satélite de mais de uma tonelada. (com agência Sputnik Brasil)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais