'Tire sua mão de mim': robô com rosto humano impressiona com realismo de movimentos

...

Foto: Sputnik / Ramil Sitdikov
Credit...Foto: Sputnik / Ramil Sitdikov

Alguns dos usuários das redes sociais consideram que o avanço na criação de robôs, por vezes assustador, alerta sobre os potenciais perigos da tecnologia robótica.

O "robô com rosto humano mais avançado do mundo", que foi apresentado no dia 2 de dezembro pela empresa britânica Engineered Arts, mostra diversas reações tão realistas que surpreenderam seus próprios criadores.

Em um vídeo, publicado pela empresa, é possível observar como o robô, chamado Ameca, observa o dedo movido por uma pessoa atentamente. Quando o dedo se aproxima de seu rosto, o Ameca faz uma expressão carrancuda e se inclina para trás, porém, quando seu nariz é tocado, o robô, visivelmente "contrariado", agarra a mão da pessoa e a retira.

"O Ameca reage quando as coisas entram em seu 'espaço pessoal' [...] Isso inclusive está começando a nos assustar na Engineered Arts, e isso apesar de estarmos acostumados!", reconheceram os engenheiros.

O rosto do Ameca consta de olhos, bochechas, boca e testa, além de uma gama de gestos faciais, que oscilam desde espantado a zangado e feliz. No vídeo também é possível observar a fluidez dos movimentos do robô e a naturalidade expressiva de seu rosto.

 

 

"O Ameca é o robô com rosto humano mais avançado do mundo, que representa a vanguarda da tecnologia [...] e foi projetado especificamente como uma plataforma para o desenvolvimento de tecnologias robóticas futuras", detalhou a empresa.

Além disso, a empresa explicou que a arquitetura modular da máquina permite melhorar facilmente suas capacidades mediante atualizações, tanto físicas como de software.

Apesar do aspecto humano, o Ameca ainda não caminha, porém, a Engineered Arts promete dar passos para isso em breve. (com agência Sputnik Brasil)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais