Cientistas descobrem gene que bloqueia vírus mortais como HIV e ebola

Biólogos dos EUA encontraram um gene em macacos e ratos cuja mutação pode bloquear o HIV, ebola e outros vírus perigosos. Os humanos também têm este gene, mas sem mutações. Caso os cientistas consigam modificá-lo, será um grande avanço na luta contra as infecções

Foto: AP Photo / Jerome Delay
Credit...Foto: AP Photo / Jerome Delay

Pesquisadores norte-americanos descobriram que os ratos e macacos têm uma versão modificada do gene CHMP3, chamada de retroCHMP3, que codifica uma proteína que bloqueia a capacidade do vírus de se disseminar a partir de uma célula infetada e assim evitar a infecção de células vizinhas, conforme um estudo na revista Cell.

Trata-se do HIV, ebola e outros vírus, que se introduzem nas membranas plasmáticas e depois se separam da célula hospedeira, se espalhando pelo corpo. O retroCHMP3 prolonga este processo por um bom tempo, para o vírus não se reproduzir e morrer.

"Esta foi uma descoberta inesperada. Ficamos surpresos com o fato de uma pequena desaceleração de nossa biologia celular anular a replicação dos vírus", disse o autor principal do estudo, Nels Elde.
Usando ferramentas genéticas, os pesquisadores criaram uma variante modificada do gene CHMP3, depois infetaram uma cultura celular com o HIV e descobriram que, após isso, o vírus teve dificuldade em se separar das células.

A conclusão é que versão modificada do gene CHMP3 evitou com sucesso a separação das células infetadas pelo HIV. Os pesquisadores esperam que as versões modificadas de genes confiram um novo tipo de imunidade que pode proteger de ameaças de curto prazo. (com agência Sputnik Brasil)

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais