Povoado submerso há mais de 70 anos ressurge na Itália

Das águas emerge o campanário de uma igreja do século XIV, que se tornou uma atração turística

AFP 2021 / Miguel Medina
Credit...AFP 2021 / Miguel Medina

Os restos do povoado de Curon, inundado em 1950 para aumentar a produção de energia hidrelétrica, ficaram descobertos depois da drenagem de um lago artificial na província de Tirol do Sul, no norte da Itália, durante trabalhos de reparação.

Curon estava na confluência de dois lagos naturais no vale de Vinschgau e foi inundado há 70 anos, permitindo que a usina hidrelétrica de Glorenza gerasse 250 milhões de quilowatts-hora ao ano para as indústrias da região.

No fundo do novo lago ficaram mais de 160 casas, cujos moradores, na época, receberam novas moradias.

Macaque in the trees
Campanário de Curon antes de submergir na Itália (Foto: Reprodução)

O lugar se tornou uma atração turística principalmente pela torre da igreja de Curon, do século XIV, que emerge das águas do lago alpino artificial.

O povoado inspirou uma novela e uma série de sucesso da Netflix, chamada "Curon", que estreou no ano passado.(com agência Sputnik Brasil)



Vista aérea mostra o campanário de uma igreja submergida no lago Resia, no norte da Itália
Campanário de Curon antes de submergir na Itália