Reservas vencem jogo treino contra o Bela Vista

JB Online

RIO - Depois de vencer o Friburguense por 4 a 1, o elenco do Flamengo se reapresentou nesta tarde de quinta-feira, na Gávea. De olho no confronto de domingo, contra o Madureira, no Maracanã, os jogadores já voltaram aos trabalhos.

Enquanto os atletas que iniciaram a partida de ontem como titulares faziam exercícios físicos na piscina do Clube, o restante do elenco participou de uma jogo treino contra a equipe do Bela Vista.

O Flamengo entrou em campo com: Marcelo Lomba (Diego), Thiago Salles, Leonardo e Rodrigo Arroz; Luizinho (Antônio), Jailton (Hugo Colace), Gávilan (Willian Amendoim), Kleberson (Vinicius Pacheco) e Maxi (Egidio); Diego Tardelli (Éder) e Obina. Com uma boa atuação, o time da Gávea venceu por 7 a 1, com gols de Obina(3), Jailton, Willian Amendoim e Egídio(2).

Renato Augusto feliz com a boa fase

Depois de um começo de temporada complicado, quando sofreu uma grave lesão no rosto, o apoiador Renato Augusto comemora a volta por cima. Depois de duas boas atuações, contra o Nacional-URU e a Cabofriense, o jogador fez no jogo de ontem, contra o Friburguense, o seu primeiro gol na temporada.

- Não tem coisa melhor do que voltar a jogar bem e fazer um gol. Depois de uma lesão séria que eu tive, o importante é estar sempre jogando. Estou muito feliz com a minha fase, e espero que esse gol de ontem possa marcar a minha volta aos gramados.

O camisa 10 do Flamengo lembrou a importância dos próximos jogos no Carioca e Libertadores.

- Estamos entrando em um momento decisivo nas competições. Temos que nos manter focados para conseguirmos as vitórias, tanto no Carioca, quanto na Libertadores.

Em ano de Olimpíadas, o jogador sonha estar entre os convocados de Dunga que disputarão os jogos de Pequim.

- Fazendo bem o meu trabalho aqui no Flamengo, posso ter a chance de representar o Brasil nas Olimpíadas. Vou continuar me dedicando para ter essa oportunidade.

Mesmo com o grande carinho que recebe da nação rubro-negra, Renato Augusto acredita que um título como a Libertadores o consagraria como ídolo da torcida.

- Um título como a Libertadores colocaria meu nome na história do Flamengo. Todos aqui estão com esse pensamento, e vamos lutar muito para conseguir.