Itaú estuda compra do BBVA na América Latina

O Banco Itaú confirmou que estuda a aquisição das operações de private banking (gestão de fortunas) latino-americanas do banco espanhol BBVA, conduzidas por sua filial em Miami. Se fechado, o negócio sairá por uma quantia inferior a US$ 100 milhões, com impacto residual para o balanço de ambos os bancos, informou comunicado do Itaú. E será realizado por meio da controlada do Banco Itaú Europa nos EUA.

Essa não é a primeira incursão do Itaú na América Latina. Há pouco mais de um ano, o banco anunciara a compra, por US$ 155 milhões, das operações de private banking do BankBoston em Miami. Também, ao negociar a compra do Boston no Brasil, o Itaú ficou com as unidades no Chile e Uruguai. No início deste ano, o Itaú levou a operação de private banking do ABN Amro em Miami.

No Brasil, está entre os líderes do segmento, que movimenta cerca de R$ 450 bilhões, avaliam fontes do mercado. Segundo informações de outubro, o banco administrava cerca de R$ 30 bilhões no private bank somente no Brasil.