Norte-americanas fazem novo recall de brinquedos

Duas companhias norte-americanas anunciaram um recall de mais de 300 mil brinquedos de fabricação chinesa, alegando que os produtos poderiam conter quantidades excessivas de substâncias tóxicas. Outras duas empresas também realizaram o recall de 22 mil peças infantís de joalheria pelos mesmos motivos.

No início do mês, a Mattel, empresa da Fischer-Price, realizou um recall global por conta dos mesmos problemas.

As autoridades chinesas anunciaram a retirada da licença de exportação de duas firmas que fabricaram brinquedos com excesso de chumbo em sua pintura e que foram vendidos no mercado internacional.

A Hansheng Wooden Products, de Dongguan (província de Cantão, no sul) e Lee Der, de Foshan, também em Cantão, produziam brinquedos para as americanas RC2 Corp e Fisher Price, respectivamente.

A imprensa internacional divulgou que o presidente da Lee Der Industrial Company, uma das empresas chinesas envolvidas no recall, cometeu o suicídio. Zhang Shuhong era presidente da companhia que produzia brinquedos para a Mattel por 15 anos.