Alec Baldwin revela 'choque' e 'tristeza' por 'trágico acidente'

Ator matou uma mulher acidentalmente no set de filmagem

Foto: Ansa
Credit...Foto: Ansa

O ator Alec Baldwin se pronunciou na tarde desta sexta-feira (22), pela primeira vez, sobre a morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42 anos, atingida por um tiro disparado por ele, durante as gravações do filme "Rust".

"Não há palavras para descrever o meu choque e tristeza pelo trágico acidente que custou a vida de Halyna Hutchins", escreveu o ator em uma publicação no Twitter, lembrando que a diretora era "esposa, mãe e muito admirada pelos colegas".

Além de Hutchins, o cineasta do longa-metragem, Joel Souza, 48 anos, também ficou ferido, chegou a ser hospitalizado, mas já recebeu alta médica.

Na publicação, Baldwin explica ainda que está "cooperando com a investigação policial" e está em contato com o marido da vítima, oferecendo-lhe apoio a ele e sua família. "Estou de coração partido pelo seu marido, pelo seu filho e por todos os que conheceram e amaram a Halyna", acrescentou o ator.

De acordo com Juan Rios, porta-voz do gabinete do xerife no Condado de Santa Fé, no Novo México, local das filmagens, as circunstâncias do tiroteio ainda estão sendo investigadas.

A dinâmica exata do incidente, no entanto, ainda não está clara, bem como as circunstâncias que levaram uma arma que era para ser cenográfica matar uma pessoa e ferir outra.

Segundo a imprensa local, Baldwin, protagonista e coprodutor de "Rust", ficou visivelmente abalado após a tragédia e foi visto chorando na entrada da delegacia após prestar depoimento.(com agência Ansa)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais