Projeto 'MNBA: Aberto para obras' enfoca formação da coleção de arte popular no Museu

No encontro presencial desta quinta-feira (14), às 15h, a curadora do Museu e doutora em antropologia Ana Teles, vai falar sobre a formação do acervo de arte popular da Instituição

Divulgação
Credit...Divulgação

Composta por 633 peças, a coleção de arte popular remonta a 1963, quando surge a partir de uma aquisição da pesquisadora Eneida de Morais. Posteriormente, este acervo foi exibido de meados da década de 1990 até o início dos anos 2000, dentro do módulo popular integrante da exposição intitulada “Museus das Origens”, explica Ana Teles, responsável pela coleção de Arte Popular e Africana do MNBA

O projeto “MNBA: aberto para obras” acontece sempre às quintas-feiras, de 15h até 16h, com vagas limitadas a 30 participantes. O intuito destes encontros é promover um diálogo entre o acervo do Museu Nacional de Belas Artes/Ibram e o público, através da apresentação de pesquisas realizadas sobre seu acervo e incluindo a exibição de obras de arte.

As inscrições são grátis, mas apenas pelo e-mail: [email protected]

Atenção: é obrigatória apresentação comprovante de vacinação contra Covid 19. O uso de máscaras é obrigatório e todos os cuidados de proteção contra a covid-19 precisam ser respeitados.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais