POLÍTICA

Bolsonaro admite transferência de R$ 800 mil aos Estados Unidos

...

Por POLÍTICA JB
[email protected]

Publicado em 16/02/2024 às 08:10

Alterado em 16/02/2024 às 08:10

[Bolsonaro] Querendo prender Alexandre de Moraes Foto: Reuters / Adriano Machado

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) admitiu ter enviado R$ 800 mil aos Estados Unidos em 2022, pouco antes de encerrar seu mandato, confirmando os dados obtidos pela Polícia Federal (PF) no inquérito sobre uma tentativa de golpe contra Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

"A imprensa vem noticiando que, segundo a Polícia Federal, eu enviei em dezembro de 2022 para os Estados Unidos R$ 800 mil à espera de um golpe. Enviei, sim, da minha poupança do Banco do Brasil para o Banco do Brasil América", declarou.

"Dizer à nossa querida Polícia Federal que o último país do mundo aonde um golpista, ditador, enviaria recurso seriam os Estados Unidos, um país democrata que respeita os tratados. E esses recursos seriam imediatamente bloqueados", acrescentou.

A transferência foi feita em 27 de dezembro de 2022, três dias antes do embarque de Bolsonaro para a Orlando, na Flórida.

Ele não participou da cerimônia de posse de Lula em 1º de janeiro de 2023.

"Em 2023, os brasileiros enviaram US$ 2,3 bilhões [ao exterior], isso não é crime. Assim como eu, tinham dúvidas sobre a economia do atual mandatário de esquerda", alegou Bolsonaro.

No entanto, de acordo a investigação, o o ex-presidente teria feito a transferência para aguardar o desdobramento dos ataques golpistas de 8 de janeiro do ano passado. (com Ansa)

Tags: