POLÍTICA

Lula pede 'rigor da lei' contra envolvidos em tentativa de golpe

Declaração foi dada após operação da PF contra Bolsonaro

Por JORNAL DO BRASIL
[email protected]

Publicado em 09/02/2024 às 08:01

Alterado em 09/02/2024 às 08:01

Presidente Lula durante evento em Brasília Foto: Ansa

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quinta-feira (8), após a operação da Polícia Federal (PF) contra Jair Bolsonaro e militares, que espera a aplicação do "rigor da lei" contra os responsáveis pela tentativa de golpe de Estado de 8 de janeiro de 2023.

"É muito difícil um presidente da República comentar sobre uma operação da Polícia Federal que ocorre em segredo de justiça", afirmou Lula em entrevista à rádio Itatiaia.

"Espero que não ocorra nenhum excesso e seja aplicado o rigor da lei. Sabemos dos ataques à democracia. Precisamos saber quem financiou os acampamentos. Vamos esperar as investigações", acrescentou.

Durante a entrevista, Lula também disse esperar que Bolsonaro tenha a "presunção de inocência" que ele alega não ter tido nos processos da Lava Jato. "O que quero é que seja investigado e apurado. Quem tiver responsabilidade pelos seus erros, que pague", declarou. (com Ansa)

Tags: