ARTIGOS

O primeiro passo

Por TARCISIO PADILHA JUNIOR
[email protected]

Publicado em 27/12/2023 às 11:10

Alterado em 27/12/2023 às 11:10

'Se procuramos
com atenção'
                                 Simone Weil



Em linha reta, velocidade de cruzeiro, 11 km de altitude, comandante do avião comercial liga o piloto automático, mas atento ao painel.

Por normas de conduta assumidas de modo acrítico, tendemos a tratar coisas automaticamente no viver cotidiano.

No momento em que encontra alguém, a maioria das pessoas simplesmente fala "tudo bem?", recebendo o mesmo como uma resposta.

Nosso equipamento para o cotidiano, incluindo os hábitos da mente, não está dado, mas é forjado continuamente.

Sem atenção, o mundo permanece no horizonte do indeterminado, enquanto nossa consciência distraída continua numa outra parte.

Ao contrário do que possa parecer e tendemos a acreditar, não estamos de fato acostumados a olhar o mundo real.

No melhor dos casos esforçamo-nos constantemente para ver; cada um de nós não tem outra alternativa, a não ser seguir adiante.

O mundo descoberto pela atenção não faz parte das minhas propriedades, tampouco se encontra sob meu domínio.

Mesmo confrontados com uma realidade complexa e desafiadora, somos capazes de modificar substancialmente o nosso entorno.

"O primeiro passo é tomar a natureza e a cultura não como respostas, mas como perguntas", reafirma Tim Ingold.



Engenheiro, é autor de "Por Inteiro" (Multifoco, 2019)

Tags: