JUSTIÇA

Presidente do STF apresenta Plano Estratégico 2023/2025

O plano definiu como norte da gestão 'Aproximar o Supremo e a Constituição da sociedade'

Por JORNAL DO BRASIL
[email protected]

Publicado em 26/02/2024 às 06:38

Alterado em 26/02/2024 às 06:38

Ministro Luís Roberto Barroso Foto: Carlos Moura/SCO/STF

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), anunciou a publicação do Plano Estratégico da Gestão (PEG-STF) para o período 2023/2025. O plano é uma ferramenta importante de planejamento e gestão, uma vez que tem a função de direcionar a atuação das unidades do Tribunal.

“As nossas principais metas são a melhoria contínua da prestação jurisdicional, o diálogo com a sociedade em linguagem simples e transparente, e o fortalecimento da segurança e da gestão organizacional, com foco em sustentabilidade ambiental e inovação tecnológica”, explicou Barroso.

Para o período, o plano definiu como norte da gestão “Aproximar o Supremo e a Constituição da sociedade”. São três temas estratégicos principais: governança e gestão organizacional, prestação jurisdicional e comunicação interna e externa. Também integram o PEG-STF outros dois temas estratégicos complementares: pessoas e segurança institucional.

Novidades
O novo plano apresenta uma série de novidades, entre elas a presença de QR Codes das principais referências para a gestão da estratégia no Supremo, a correlação dos objetivos e metas do PEG-STF com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), mapa estratégico que traz a relação entre o PEG-STF 2023/2025 e o Plano Estratégico de longo prazo 2021/2025 e a proposta de novo tema estratégico (segurança institucional) para ser incorporado ao Plano Estratégico de longo prazo 2026/2030.

A partir de agora, com a publicação feita, o plano estratégico será desdobrado em programas, projetos e ações. A implementação pelas unidades responsáveis auxiliará no alcance dos objetivos e metas previstas.

Elaboração
O PEG-STF 2023/2025 foi desenvolvido pela Secretaria de Gestão Estratégica (SGE), sob a coordenação da Secretaria-Geral da Presidência do Tribunal. Vinte e três unidades participaram, de forma direta e indireta, de sua elaboração. (com Ascom STF)

Tags: