Check-up cardiológico em crianças e adolescentes carentes que sonham em brilhar no esporte

Parceria entre Instituto Reação e Pro Criança Cardíaca fortalece o Terceiro Setor

Divulgação
Credit...Divulgação

Exames cardiológicos são indispensáveis para crianças e adolescentes que praticam esportes, principalmente visando a competições. Com o intuito de garantir o bem-estar pleno de seus atletas até os 18 anos, o Instituto Reação, criado pelo medalhista olímpico Flavio Canto e amigos, e o Pro Criança Cardíaca, firmaram uma parceria com esta finalidade. Ao mesmo tempo, crianças do Pro Criança poderão começar a lutar judô.

O objetivo desta união é ampliar a rede de apoio mútuo entre as organizações do Terceiro Setor, aumentando a assistência social e o fortalecimento mútuo. Para a diretora executiva do Pro Criança, Mitzy Cremona, um dos desafios é manter sempre o pensamento no impacto que as entregas da instituição vão gerar na sociedade. “Esta é uma das melhores experiências que qualquer profissional poderia ter“, afirma.

Centenas de crianças do Reação serão atendidas pela equipe de cardiologistas do Pro Criança, eleita umas das 15 melhores ONGs brasileiras na área da saúde, e entre as oito melhores do Rio de Janeiro, fundado pela Dra. Rosa Célia em 1996. De lá pra cá, já atendeu mais de 15 mil crianças cardíacas carentes com excelência, o que fez a instituição ganhar em 2019 e 2020 o Prêmio Melhores ONGs. Ao todo, já foram realizados mais de 32 mil atendimentos ambulatoriais e 1,5 mil procedimentos invasivos, incluindo cirurgias cardíacas e cateterismos.

"Temos total consciência da necessidade de preservar a saúde de todos os nossos beneficiários e periodicamente cobramos os exames de aptidão para prática de atividades físicas. Estamos muito felizes por essa parceria com o Pro Criança, pois vem nos ajudar a entregar os exames como um benefício, e ampliando a qualidade", afirma Flavio Canto.

A diretora médica do Pro Criança, Dra. Isabela Rangel, também acredita que será feito lindo trabalho, “oferecendo aos jovens atletas um atendimento cardiológico completo para que possam competir com segurança. Além disso, os nossos pacientes que se encontram aptos para a atividade física terão a chance de serem incluídos em um programa onde esporte e educação caminham juntos”.