Jornal do Brasil

Sexta-feira, 20 de Abril de 2018 Fundado em 1891
Sol Maior

Colunistas - Sol Maior

Funarte apresenta o novo Projeto Pixinguinha

Jornal do Brasil Maria Luiza Nobre

A Fundação Nacional de Artes – Funarte apresenta hoje, às 20h, o novo Projeto Pixinguinha, com um show de Moraes Moreira e do grupo A Cor do Som, entre outras atrações, no Teatro Dulcina, na Cinelândia. O evento é somente para convidados.

Entre os meses de maio e novembro de 2017, 60 cidades das cinco regiões do país receberão, cada uma, um show do projeto. 

Será também realizada uma coreografia especial, ao som de Carinhoso,de Pixinguinha, por Karen Mesquita e Cícero Gomes – do corpo de primeiros bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro -, coreografada por Regina Sauer. O evento, que terá como mestre de cerimônias a cantora e atriz Zezé Motta, será aberto pelo jovem grupo baiano Sertanilia. Haverá também a apresentação de Moraes Moreira e A cor do som, que rememora o show histórico que os dois fizeram em 1978, pelo Projeto Pixinguinha.

A programação de espetáculos do novo formato do projeto será realizada entre os meses de maio e novembro de 2017. Haverá, no total, 60 espetáculos, distribuídos por todo o território nacional, em 60 cidades das cinco regiões do país.

Na noite de abertura estarão presentes os integrantes da comissão de curadoria que selecionará os espetáculos para as caravanas. São eles: o pesquisador musical e jornalista pernambucano José Teles; o músico e professor acadêmico Roberto Correia, de Brasília; e ainda os jornalistas e críticos musicais Antonio Carlos Miguel, do Rio de Janeiro, e Juarez Fonseca, do Rio Grande do Sul; além do músico paraense Pio Lobato. 

Para a nova versão do Pixinguinha serão selecionadas 15 duplas de músicos, que apresentarão quatro espetáculos cada uma, em turnê por quatro cidades de uma região determinada. A dupla será formada por um nome consagrado e por um artista mais novo. Este último poderá ter vínculo com a região onde ocorrerão os espetáculos. Os artistas serão definidos pelos curadores, em parceria com o Centro de Música da Funarte. A comissão vai-se reunir em maio, no Rio de Janeiro. 

O Projeto Pixinguinha foi criado em 1977 pela Funarte, com a proposta de fazer circular pelo país shows de música brasileira a preços acessíveis. A marca das primeiras edições era promover, em cada show, um encontro musical entre dois ou mais artistas – muitas vezes pertencentes a gerações, estilos musicais ou procedências diferentes. O reconhecido sucesso do Pixinguinha foi pautado por espetáculos de qualidade, em diversos estilos e tendências da Música Popular, levando artistas de nome a todas as regiões do Brasil, enquanto revelava talentos locais.



Tags: coluna, luiza, maior, nobre, sol

Compartilhe: