Jornal do Brasil

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Rio

Corpo de vice-prefeito do Rio será velado no Palácio da Cidade

O enterro de Mac Dowell será realizado às 15h, no Cemitério São João Batista, em Botafogo

Jornal do Brasil

O corpo do vice-prefeito do Rio, Fernando Mac Dowell, 72 anos, será velado nesta terça-feira (22), das 9h às 14h, no Palácio da Cidade, sede da prefeitura, em Botafogo, zona sul da capital fluminense. 

O enterro será às 15h, no Cemitério São João Batista, no mesmo bairro. O engenheiro morreu na noite de domingo (20), devido a complicações decorrentes de um infarto, no Hospital Vitória, onde estava internado desde a semana passada.

Mac Dowell acumulava o cargo com o de secretário municipal de Transportes até janeiro deste ano ano, quando o prefeito Marcelo Crivella nomeou Rubens Teixeira para a pasta. Fernando Mac Dowell era especialista na área de transportes. Participou da concepção da Ponte Rio-Niterói, da Linha Vermelha e do metrô do Rio.

Pai de quatro filhos, Mac Dowell cursou engenharia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Era professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Estado. Ele participou do segundo governo de Leonel Brizola, de 1991 a 1994.

Antes, trabalhou no Geipot, empresa de transportes criada em 1965 pelo regime militar. Exerceu, no começo da década de 80, a função de diretor do metrô carioca, quando a Linha 1 começava a funcionar, durante o governo Chagas Freitas.

Em nota de pesar, Crivella chamou Fernando Mac Dowell de "amigo" e "carioca genuíno"

O convite para compor a chapa de Marcelo Crivella à prefeitura do Rio veio da deputada federal Clarissa Garotinho (PR-RJ). Mac Dowell foi conselheiro da parlamentar enquanto ela presidia a Comissão de Viação e Transportes da Câmara, de março de 2015 a abril de 2016.

Nota de pesar

O prefeito Marcelo Crivella disse, em nota, que Mac Dowell foi um companheiro exemplar,  um notório servidor público e um extraordinário carioca que soube cumprir com grandeza a sua missão. “Nos últimos minutos de ontem, a morte nos deixou imenso pesar quando arrebatou o amigo, o servidor do povo, o carioca genuíno, honesto, humilde e modesto, cuja alma fraterna conquistou admiradores. A inteligência rara, com fulgor, o colocou na aristocracia da engenharia nacional”.

O político também ressaltou a importância de Mac Dowell na implantação e modernização do transporte de massa, especialmente as linhas 1 e 2 do metrô. Disse ainda que as obras do vice-prefeito podem ser notadas em toda a cidade. “Por onde andarmos em nossa cidade - nestes dias difíceis de violência e corrupção, que a todos entristece, humilha e envergonha -, seja na imensidão dos trilhos do metrô, seja na Autoestrada Lagoa- Barra, seja na Linha Amarela, haveremos de lembrar-nos do Fernando Mac Dowell que nelas colocou a nobreza do seu caráter à disposição de todos. Não há um só registro de uma atitude violenta ou um escândalo de corrupção que manche sua biografia exemplar". 

Agência Brasil


Tags: enterro, morte, obito, rio, velorio, vice-prefeito

Compartilhe: